Agenda Cultural e ConvitesDestaque (Slide Show)Pessoa com Deficiência

Brasília sedia 6º Congresso Brasileiro de Saúde Mental e deve reunir mais de 5 mil pessoas em programação extensa sobre o tema

Encontro será realizado nos dias 30, 31 de maio, 01 e 02 de junho. Inscrições ainda podem ser feitas por meio do site oficial do evento.

Três a cada cem brasileiros precisam de cuidados permanentes, atingidos por transtornos mentais severos e persistentes, conforme dados do Ministério da Saúde. O número, equivalente a mais de seis milhões de pessoas, chega a dobrar quando falamos de indivíduos que fazem uso abusivo de álcool e outras drogas lícitas e ilícitas. Com base nesse cenário, convocar diferentes grupos para que travem um diálogo em torno das questões que envolvem saúde mental e atenção psicossocial tornou-se indispensável. E essa é a proposta do 6º Congresso Brasileiro de Saúde Mental que será realizado a partir do dia 30 de maio, em Brasília.

Serão quatro dias de evento (30, 31 de maio, 01 e 02 de junho) com debates permeados pelo tema “Agir e transformar: pessoas, afetos e conexões”, com abordagem para os desafios e conquistas da política de saúde mental em todo o país. Organizado pela Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme), o Congresso deve receber até 5 mil pessoas, entre profissionais, acadêmicos, usuários, familiares, servidores e público em geral.

Na pauta do encontro, entre outros pontos, as práticas adotadas na rede de atenção psicossocial, uma das principais conquistas da luta antimanicomial, que completará 40 anos em 2018. Além disso, questões que afligem a sociedade nos dias de hoje, como: violências de gênero, classe e etnias; medicalização e expressões de sofrimento social; envelhecimento; crianças e adolescentes como protagonistas sociais; saúde mental e trabalho; e, ainda, suicídio − mal-estar da civilização.

O 6º Congresso Brasileiro de Saúde Mental também acontece em meio às comemorações dos 30 anos da Constituição Federal e da criação do Sistema Único no Brasil, promovendo a defesa da atenção à saúde humanizada e em liberdade, como reforça Ricardo Lins, presidente desta edição do evento. “Ele é um Congresso que traz à população congressista a responsabilidade de retornar para seus locais com muita garra e força para continuar construindo uma política de saúde mental que de fato seja universal, gratuita e de qualidade. ”

Inscrições podem ser feitas por meio do site http://www.congresso2018.abrasme.org.br, até o dia do evento, com variação nos valores conforme a categoria do participante (profissionais associados, não associados, estudantes, entre outros). No mesmo endereço é possível acessar a programação completa desta edição do Congresso.


SERVIÇO
: 6º Congresso Brasileiro de Saúde Mental / “Agir e transformar: pessoas, afetos e conexões”

Data: 30 e 31 de maio, 1 e 2 de junho de 2018.

Horário: a partir das 8h

Local:  Centro de Convenções Ulysses Guimarães (CCUG).

Setor de Divulgação Cultural 05 – Eixo Monumental. Brasília – DF

Atendimento à imprensa: Marisol (48) 9 9133 1805; Nena (61) 9 9325 7888

Página oficial do evento para inscrições e programação:

http://www.congresso2018.abrasme.org.br/site/local

 

PROGRAMA

Esquema Geral

HORA 30/05 HORA 31/05 HORA

 

1/06 2/06
8:00

 

09:00

 

17:00

Credenciamento

 

Encontro da Rede Latino-Americana de Saúde Mental e  Direitos Humanos

 

Encontro da Rede Nacional de Saúde Mental e Economia Solidária.

 

Encontro INVERSO

 

Confraternização

08:00

 

10:00

Oficinas

Minicursos

08:00

 

10:00

Rodas de Conversa

Seção 1

Roda de Conversas

Seção 3

10:30

 

12:30

Oficinas

Minicursos

10:15

 

12:15

Grandes Debates 1

 

Grandes Debates 2

 

Intervalo
 

13:00

 

15:00

 

 

Oficinas

Minicursos

 

13:00

 

15:00

 

Mesas Redondas e Conferencias

 

 

Mesas Redondas e Conferencias

 

15:30

 

17:30

 

Mesas Redondas

15:30

 

17:30

Rodas de Conversas

Seção 2

 

Grande Debate 3

 

18:00

Sessão de Abertura

 

Conferencia Magna

 

!8:00

 

19:00

Intervenções Artístico-culturais

 

Lançamento de Livros

 

Assembleia ABRASME

 

20:00

 

Intervenção artístico-cultural

 

 

20:00

 

Confraternização

 

Encerramento

EM TEMPO INTEGRAL

·         Feira de Economia Solidária

·         Intervenções artístico-culturais

·         Mostra de vídeo/cine/áudio visual

·         Estandes de expositores

·         Tenda Paulo Freire

 

 

PROGRAMA EM DETALHE

Dia 30/05 – Pré Congresso

08:00h às 18:00h – Encontro da Red Latinoamericana de Salud Mental

Dia 31/05

08:00 às 15:00h – Minicursos e oficinas

15:30h – 17:30h – Mesas Redondas 1

ABERTURA OFICIAL DO EVENTO

18:00h – Intervenção Musical

18:30h – Sessão de Abertura

Convidados para Mesa: Ministro :da Saúde; Secretário de Saúde GDF; CNDH; PFDC; Frente Parlamentar pela SM (Érica Cocais); Ministro do Trabalho; CFP; Representante dos usuários; MNLA – Renila

20h – Conferência – AGIR PARA TRANSFORMAR: PESSOAS, AFETOS E CONEXÕES

Conferencista: Vladimir Pinheiro Safatle. Filósofo chileno-brasileiro, livre-docente da Universidade de São Paulo.

Moderador: Anna Luiza Castro Gomes – Abrasme

21:00h – Intervenção artístico– cultural

GRANDES DEBATES

1ºGRANDE DEBATE– 01/0610:15h às 12:15h

LOCAL GRANDE DEBATE DEBATEDORES (AS) COORDENADOR(A)
 

Saúde Mental e Drogas: conexões clínicas e políticas contemporâneas

 

Christian Dunker (Ipusp)

 

Benilton Bezerra (UERJ)

Dartiu da Silveira (Unifesp)

 

 

Ana Pitta

(Abrasme)


2º GRANDE DEBATE
– 02/06, 10:15h às 12:15H

LOCAL GRANDE DEBATE DEBATEDOR (AS) COORDENADOR(A)
 

Medicalização: patologização da sociedade

 

 

Elisado Carlini (Unifesp)

Mª Aparecida Moisés; UNICAMP

 

Laura Delano (Mov. Ex-usuários EUA)

 

Walter Oliveira

(Abrasme)

 

3º GRANDE DEBATE– 02/06, 15:30h às 17:30h

LOCAL GRANDES DEBATES RELATORES (AS) COORDENADOR(A)
 

Saúde Mental e Luta Antimanicomial: agenda para agir e transformar

 

Eduardo Calliga (AMEA-BA)

Iracema Polidoro (Apacojum)

Paulo Amarante (ENSP-Fiocruz RJ)

 

 

Leo Pinho

(ABRASME)

  

MESAS REDONDAS

  1. Financiamento e Sustentabilidade no SUS e RAPS

Pedro Gabriel Delgado – UFRJ

José Antônio Sestelo – ABRASCO

Carlos Octávio Ócker – ABESM

Coordenador: Hugo Fagundes (SES – RJ)

2.Desinstitucionalização: Redes de saúde, territórios e intersetorialidade

João Mendes Junior – UFRB

Fernando Sérgio Pereira de Sousa – UFPI

Ana Paula Guljor – ENSP-Fiocruz RJ

Coordenador: Mª Salete Bessa Jorge – UECE

  1. Drogas & redes: estratégias ético-políticas de cuidados

Melissa Azevedo – Redes PE

Luis Fernando Tófoli – UNICAMP

Patrícia von Flach – CETAD /UFBA

Coordenador: Leo Pinho – Abrasme/CNDH

  1. Gênero, raças e classe – interseccionalidade e discriminações

Magali Almeida –UFBA

Marco José de Oliveira Duarte – UFJF

Simone Brandão – UFRB

Coordenador: Sonia Barros – EEUSP

  1. População de rua e saúde mental – labirintos da cidade, desafios no território

Bárbara Pompeu Christovam – UFF

Rubens Adorno – FSPUSP

Lúcio Costa –

Coordenador: Deidvid de Abreu (UFSC)

  1. Formação e trabalho em saúde mental: (PET-Saúde, Residências Multiprofissionais e outras estratégias de Educação Permanente)

Monica Nunes – ISC/UFBA

Claudia Penido – UFMG

Leandra Brasil – ENSP-FIOCRUZ

Coordenador: Silvio Yasui (Unesp)

  1. O Direito a Morar: estratégias desinstitucionalizadoras

Juarez Furtado – UNIFESP

Vicente Faleiros – UNB/UCB

Marcella Spath – SMS SSA

Coordenador: Mirsa Delosi, SP

  1. Saúde Mental, Drogas e sofrimento psíquico entre estudantes

Stella Goulart – UFMG

Antonio Nery – CETAD/UFBA

Sandra Caponi – UFSC

Coordenador: Walter Oliveira (UFSC)

  1. Inclusão social e reabilitação psicossocial de pessoas com sofrimento mental – arte, trabalho, educação.

Ernesto Venturini – It.

Ana Aranha – EEUSP

Kátia Liane Rodrigues – UFSCar

Coordenadora: Fernanda Nogueira Campos – UEMG

  1. Saberes sintéticos, integrativos e tradicionais na promoção à saúde

Marcelo Pimentel Abdala Costa – ULAPSI

Antonio Bispo dos Santos (quilombola)

Trindade (Africano de Guiné Bissau)

Coordenador: Lucas Honorato – PPGEO/UFF

  1. Sofrimento social – o cuidado para a redução de vulnerabilidades de Gênero, classe e adoecimento

Marcela Lucena – UFPE

Anna Luiza Castro Gomes – UFPB/Abrasme

Roberto Tykanori – UNIFESP

Coordenador: Julio Cesar Hoenisch – UCSal

  1. Infância diagnosticada, vida condenada: Marginalidades previsíveis

Cristina Ventura – UFRJ

Luciana Surjus – UNIFESP

Laura Delano – Movimento de Ex-pacientes, EUA

Coordenador: Alfredo Schetmann DENASUS-DF

  1. Trajetória de rua e uso de drogas

André Freitas Dias – UFMG – (Retirada compulsória de bebês)

Rossana Rameh – IFPE

George Soares – CETAD-UFBA

Coordenador: Ligia Costa Leite, UFRJ

  1. Criminologia crítica e Judicialização na saúde mental

Moysés Pinto Neto – UFRGS

Fernanda Ravazano Baqueiro – UCSal

Ludmila Correia – UFPB

Coordenador: Enrique Bessoni, FIOCRUZ, DF

  1. Trabalho e Saúde Mental

Fabrício Menegon – UFSC

Leny Sato– IPUSP

Petilda Vazquez – UFBA

Coordenador: Fabrício Menegon – UFSC/ABRASME

  1. A saúde no sistema prisional, judiciário: o que isso tem a ver com todos nós?

Haroldo Caetano – UFF

Itana Viana – OAB-Ba

Kelly Connel – Downtown Vancouver

Coordenador: Walter Ferreira de Oliveira – Abrasme

  1. Suicídio: ainda um tabu?

Maria Cecília Minayo – ENSP – FIOCRUZ

Dalva de Andrade Monteiro – UEFS

Alexandrina Meleiro – FMUSP

Coordenador: Ricardo Lins – Abrasme

  1. Sofrimento social ao envelhecer: estratégias de superação

Marília Prado Louvison – FSPUSP

Maria Cristina Hoffman – MS

Renato Peixoto Veras – UERJ

Coordenador: Jerson Laks – UFRJ

  1. Saúde Mental e Drogas na Atenção Primária: Que temos a fazer?

Cristina Douat Loyola – UFRJ/UNICEUMA

Magda Dimenstain – UFRN

Maurice de Torrenté – UFBA

Coordenadora: Ana Raquel Santiago Lima – UFSE

  1. Avaliando Políticas de Saúde Mental e Drogas

Maria de Lourdes Rodriguez Del Barrio – UMontreal

Rosana Onocko – UNICAMP

Luciane Kantorski – UFPel

Coordenadora: Ana Pitta USP/UCSAL/UniCEUMA

  1. Rede Latinoamericana de Direitos Humanos e Saúde Mental

Agnus Barúa Cafarena – Paraguai

Andres Techera – Uruguai

Cecilia Augsburgerc – Argentina

Coordenador: Gabriela Spinelli – Argentina

  1. Papo de Mulher

Coordenadora: Anna Luiza Castro Gomes – UFPB

 

Tags

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: