Agenda Cultural e Convites

As informações para esta seção são publicadas gratuitamente. O material de divulgação deve ser enviado com informações completas do evento (Inclusive data e preço), no mínimo cinco dias úteis antes de sua realização. Enviar email para: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

É um evento promovido pelo coletivo de artistas de vários segmentos do Gama em prol de Dona Lurdinha, avó de Léo e mãe de Lucia Corrêa, artista conhecida em nossa cidade. Tem como objetivo arrecadar dinheiro pra ajudar a comprar os remédios necessários para continuar o tratamento contra o câncer. 

Para contribuir: (61) 9 8157 8452 WhatsApp

Banco: Itaú
Agência: 5315
Conta POUPANÇA: 05757-9/500
Nome: Lúcia Helena Corrêa da Fonseca
 
Ligue ou WhatsApp para: (61) 9 8157-8452

Saiba mais: Clique aqui! Saiu no portal Metrópoles: Clique aqui! 

O casal mais diferente e querido da música brasileira, Eduardo e Mônica, terá a sua história contada no musical brasiliense “Quem Um Dia Irá Dizer”. As primeiras apresentações acontecem nos dias 21, 22 e 23 de abril no Teatro Sesc Paulo Autran em Taguatinga Norte, com entrada franca.

A música, lançada em 1986, pelo grupo Legião Urbana é o fio condutor do espetáculo “Quem Um Dia Irá Dizer”, que contará de maneira envolvente e divertida a história de amor de Eduardo e Mônica duas pessoas nada parecidas, mas que se completavam em suas diferenças.

O espetáculo fará um mergulho nas canções de Rock e da Música Popular Brasileira (MPB) de artistas e bandas de Brasília. O repertório conta com sucessos do Legião Urbana, Cássia Eller, Capital Inicial, Oswaldo Montenegro, Paralamas do Sucesso e novos artistas da cidade, que compuseram músicas inéditas para o projeto, entre outros.

As apresentações do musical estão previstas para o penúltimo final de semana de abril no Teatro Sesc Paulo Autran em Taguatinga Norte, dias 21, 22 e 23, e serão gratuitas. E, também, para o primeiro final de semana de maio no Centro Cultural de Brasília (CCB), nos dias 5, 6 e 7. No CCB, os ingressos custam R$ 20,00 a inteira e R$ 10,00 a meia.

A montagem conta com direção geral e musical de Michelle Fiuza, direção cênica de Tiago Mundim, assistente de direção cênica Camila Meskell, coreografia de Aleska Ferro e roteiro original de Fernanda Resende. O projeto é realizado pelo Empório Cultural e apresentado pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC), Secretaria de Cultura do DF e Governo de Brasília. Além do apoio do Sesc.

Informou portal Gazeta de Taguatinga - 17/04/2017


A sambista Cris Pereira é uma das dez atrações locais que integram a programação do palco da Torre de TV de 21, 22 e 23 de abril. Bandas nacionais também estão confirmadas

O aniversário de 57 anos de Brasília é celebrado na sexta-feira, 21 de abril, mas a agenda de shows continua no sábado (22) e no domingo (23). Músicos locais serão destaque na programação do Palco da Torre de TV. São nove artistas da cidade e três atrações nacionais nos três dias de festa, além da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro.

Aos 37 anos e com uma década de carreira solo na música, a cantora Cris Pereira vai representar o samba brasiliense. “Temos muitas vozes, muitos timbres e muitas letras. Para mim, é uma honra mostrar um pouco do que é o samba daqui”, define.

No repertório, ela traz clássicos, como Dona Ivone Lara e João Nogueira, mas a maioria das canções é de compositores locais, como Sérgio Magalhães, Vinícius de Oliveira e Ana Reis. A sambista estará acompanhada por quarteto formado basicamente por violão, piano, baixo e bateria.

“Defendo os cantores e cantoras que aqui atuam e fico muito feliz em fazer parte dessa comemoração”, acrescenta. Será a segunda vez que a cantora se apresenta no aniversário da cidade — a primeira foi em 2013. Após o evento, o show Folião de Raça, homônimo ao disco lançado em 2013, segue em turnê por outras capitais brasileiras, como Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador.

Programação da Torre de TV no aniversário de Brasília em 2017

A artista é uma das sete atrações convocadas para os shows na Torre de TV por meio de chamamento público. A seleção também definiu outras 27 iniciativas para atividades que vão até 29 de abril.

Na sexta-feira (21), Dona Gracinha da Sanfona abre o evento na Torre de TV, às 18 horas. A forrozeira é seguida pelos dançarinos de hip-hop do grupo Black Spin Breakers, que se apresentam às 19 horas.

A banda convidada Dê um Rolê, de São Paulo, faz homenagem aos Novos Baianos às 20 horas. A paraibana Elba Ramalho encerra o primeiro dia, às 22 horas, com o show O Carnaval do Brasil.

Mais cedo, das 11 às 15 horas, o grupo Kilombrasília promoverá um aulão de capoeira aberto ao público.

Patrimônio cultural do DF, o grupo Boi de Seu Teodoro entra no palco às 18 horas do sábado (22). A sequência, às 19 horas, fica a cargo da banda Ciclone na Muringa, que mistura ritmos populares, como maracatu, coco e baião, a sonoridades do rock e do reggae.

Às 20 horas, o Trio Siridó se apresenta com zabumba, triângulo e sanfona para o show de forró.

A sambista Cris Pereira canta às 21 horas, e os pagodeiros do Raça Negra, de São Paulo, fecham a noite às 22 horas. Os Djs Nagô e Barata garantem o som entre as atrações no sábado (21) e no domingo (22), respectivamente.

No domingo (23), a programação ficará a cargo da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, que inicia às 17h30 o concerto especial para os 57 anos de Brasília. Os músicos estarão acompanhados de jovens de projetos socioeducativos musicais.

Palco da Praça dos Três Poderes

A Praça dos Três Poderes, na Esplanada dos Ministérios, terá uma programação especial para o aniversário da cidade. No domingo, o violeiro Cacai Nunes toca às 19 horas, seguido pelo grupo de choro Fernando César e Regional, às 20 horas.

Encerra as atividades do fim de semana, às 21 horas, o violeiro caipira Renato Teixeira, de São Paulo.

De acordo com a Secretaria de Cultura, foram destinados R$ 263 mil no chamamento público para as 28 atividades propostas na programação e mais R$ 10 mil na contratação do grupo Boi de Seu Teodoro.

O custo total para a contratação dos artistas nacionais será de R$ 327 mil. Ainda segundo a pasta, o valor total do evento, considerando gastos com infraestrutura, cachês, passagens aéreas e exposições, ficou em aproximadamente R$ 1,8 milhão.

Outros shows que integram a programação

Renato Matos, também selecionado pelo chamamento, canta em 19 de abril, às 20 horas, na abertura da mostra Mundez, no Museu Nacional do Conjunto Cultural da República. A exposição que celebra os 10 anos do espaço mescla obras de expoentes da arte brasileira, como Anita Malfatti e Tarsila do Amaral, com artistas contemporâneos, principalmente do grafite brasiliense. A visitação é até 4 de junho, de terça a domingo, das 9 às 18h30.

Em 29 de abril, a Associação Recreativa Cultural Unidos do Cruzeiro (Aruc), escola de samba patrimônio cultural do DF, apresenta-se no aniversário de 60 anos da Vila Planalto.

A bateria toca as 20 horas, seguida pelos brasilienses do Liga Tripa, que fazem show de música popular com viés poético, às 21 horas. A contratação da escola de samba, por inexigibilidade, custou R$ 10 mil, e a banda também foi escolhida via chamamento.

 

Da Agência Brasília 18/4/17 ÀS 19:07