Beco do Gama

Mais um artigo sobre os "becos do Gama" começou a circular ontem (22/7) no Informativo Bico, jornal mensal do Gama (DF) com mais de 27 anos de vida e que circula em outras regiões administrativas do Distrito Federal e em órgãos públicos de Brasília. 

A seguir, o artigo.

Começou a romaria de distritais ao Gama. O que envergonha é o fato de muitos deles, que só agora resolvem voltar à cidade, ainda ontem traíam o Gama. Chegam com a cara mais limpa, o sorriso falso, fingindo cara de anjo, fazendo promessas mil. Neste final de semana (19 e 20 de julho) alguns aqui estiveram em reuniões e solenidades.
Pelo menos dois que fizeram campanha aqui no final de semana, juraram em sessões e Audiências Públicas na CLDF que o Gama podia ter certeza de contar com a sua luta para impedir novas leis que destinassem aos militares da PM e dos Bombeiros os “becos” do Gama. Juraram, sim. Mas no último dia 20 de maio rapidinho, rapidinho, imitando o que Judas fez com o Cristo, traíram suas palavras, seus compromissos, e pelas costas, também o Gama. Votaram nova lei, a 882/2014 que destina aos militares os chamados “becos” da cidade. Mas, quem sabe, o pau baixado por um Chico, pode resvalar e bater nos Franciscos. Eleitoralmente, só eleitoralmente.
Já outros distritais que desde 2008 votam pela doação dos becos aos militares estavam ausentes da sessão de 20 de maio que aprovou a lei 882. Esperteza?
Você eleitor, se achar que a destruição dos becos é bom para a cidade, vote nos distritais que assim decidiram. Mas se achar que a destruição é errada, é injusta, é prejudicial à cidade e à comunidade, avalie bem seu voto. A seguir listamos os distritais que em maio último votaram (Registro de Votação Nominal) na prejudicial nova lei dos becos (e também pontas de quadras), um projeto enviado à CLDF pelo governador Agnelo Queiroz:
Robério Negreiros, Rôney Nemer e Wellington Luiz (PMDB), Arlete Sampaio, Chico Vigilante, Cláudio Abrantes, Wasny de Roure (PT), Benedito Domingos e Dr. Michel (PP), Cristiano Araújo e Washington Mesquita (PTB), Joe Vale (PDT), Evandro Garla (PRB), Olair Francisco (PT do B), Agaciel Maia (PTC) e Professor Israel Batista (PV). Você pode recortar e guardar este texto e ao ser convidado para reunião política, e vai ser muitas vezes, verificar como o distrital da reunião votou na lei dos becos. Se concorda, o elogie. Se discorda, o critique e o questione.
Lembremos que há uma Ação Popular contra a lei dos becos, com sentença transitada em julgado, imutável, em 01/03/2012, determinando a desocupação dos “becos do Gama”.
Sérgio de Lima      , João B. Querino, José F. Beserra.
Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do jornal.

 =============

Leia ainda sobre a lei 882 de 2014 clicando no link abaixo.


Ministério Público entra com Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a lei 882 de junho de 2014; lambança do GDF e distritais que regulariza ocupações ilegais de becos.

Blog Gama Livre - 23/07/2014