O Rotary Club promoveu neste domingo (13), no Gama, a Caminhada da Paz. Cerca de duas mil pessoas reuniram no estacionamento do Estádio Bezerrão e seguiram em passeata pelo centro da cidade. 

Além da caminhada de três quilômetros foram promovidas ações de combate ao preconceito e à violência doméstica e social. O evento que acontece pelo vigésimo ano consecutivo, tem o apoio o Governo do Distrito Federal mobiliza cidadãos e representantes de todos os segmentos da sociedade civil.

A primeira caminhada foi realizada no Gama em 1994, e a cada ano cresce o número de participantes. “Isso faz parte do contexto da nossa sociedade, além disso, incentiva os idosos, o fornecimento de material, para que eles possam em casa informar o valor que tem de viver em paz com a família, então isso é um trabalho do Rotary Club Casa da Amizade, na qual a gente vem valorizando todos os anos”, disse a senhora Maria José Rezende, presidente da Associação dos idosos do Gama.

"Quero agradecer a Deus em primeiro lugar. É um evento que agrega paz para nossa cidade e traz, sobretudo, harmonia para o Gama", disse Ernesto Gold.

O Gama sempre deu grandes exemplos para Brasília e para o Brasil e a Administração Regional tem dado todo apoio a esse tipo de evento. “Nós precisamos de paz para que nossas crianças tenham uma vida melhor no futuro”, argumenta Adauto Rodrigues, Administrador Regional do Gama.

Maria Filha de Meneses, professora da Escola Classe 14 do Gama relatou que não encontrou lixeiras no local, para que os usuários colocassem o lixo acumulado. “Estou protestando, porque é um evento que acontece todos os anos, as escolas estão aqui, além disso, trabalhamos em sala de aula a questão da reciclagem e respeito ao meio ambiente, no entanto, nós não encontramos lixeira no evento”. Na sala de aula a gente está para formar cidadão, pessoas cientes de seus diretores e deveres, explica.


O Rotary Internacional foi fundado em 23 de fevereiro de 1905, congrega mais de 1,2 milhão de sócios distribuídos mundialmente por 190 países, cultivando a amizade e o voluntariado, com verdade e justiça, na busca da paz e compreensão mundial e da melhoria das condições de vida da humanidade e das mais de 28.000 comunidades em que se faz presente.

Fonte: DF AGORA