A noite desta quarta-feira (04/10) foi marcada pela reunião em massa dos advogados do Gama e da Ordem do Advogados do Brasil (OAB-DF). O restaurante Empório da Gula foi o ponto de encontro para a noite de autógrafos do livro “A Saga da Mudança”, de autoria do presidente da OAB-DF, Francisco Caputo, e de colaboradores. Cerca de 200 pessoas lotaram o local onde também foi lançada a candidatura de Almiro Júnior para a presidência da subseção do Gama pela chapa Questão de Ordem.

“Essa união dos advogados do Gama em prol de um objetivo maior, que é o engrandecimento da Ordem dos Advogados do Brasil, desta cidade e do Distrito Federal , todas a vezes nos faz sair daqui com vontade de fazer cada vez mais pela OAB”, disse Caputo.

Em discurso, o presidente falou da sensação de “dever cumprido”, ao lembrar da nova sede da subseção da cidade inaugurada por ele no último dia 24/09, três anos depois que o antigo prédio foi devolvido pela administração anterior da subseção à Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap). “Essa sede era um sonho de todos nós advogados, pois o prejuízo que nossa seccional teve com o fechamento da antiga sede foi tremendo, não apenas financeiro, mas, principalmente, institucional”, enfatizou Caputo.

“Pegamos uma subseção que existia de direto, mas não de fato. E com o apoio do Caputo, conseguimos reerguer nossa sede”, lembrou Almiro Jr., atual vice-presidente e candidato à presidência da subseção do Gama. Cristiane Aires concorre na chapa como vice-presidente.

Antes de autografar todos os livros, que foram vendidos a R$10, Caputo fez um compromisso com os colegas do Gama: “Se tudo der certo, ao final dos próximos três anos de mandato, vou dar aos advogados do Gama um prédio próprio”, disse ele admitindo a candidatura para a presidência da seccional do DF.

O livro – A Saga da Mudança conta com muita ilustração a história de um movimento de advogados que, antes de se formalizar em uma chapa eleitoral, nasceu do sentimento de repulsa provocada pelo caso de fraude no exame da OAB no DF em 2007.

A narração da trajetória da chapa vitoriosa nas eleições da entidade dos advogados em 2009, desde o seu embrião, é feita em 180 páginas. A obra conta como e porque a administração presidida pelo advogado Francisco Caputo foi capaz de unir uma classe para reverter dificuldades, como o cadastro negativo da entidade no CADIN, atraso tecnológico, pirataria de programas de computadores, degradação das instalações e do mobiliário da instituição, além de diminuir a inadimplência e liderar movimentos, como o que impediu a intervenção federal no DF.

"Tomamos a iniciativa do registro de importantes conquistas e o resgate do papel histórico da OAB no Distrito Federal. Aconteça o que acontecer, a publicação do livro é a garantia para a posteridade", diz Caputo.

Fonte: Jornal do Gama