fbpx
Notícias

Acompanhe as manifestações contra o governo em 23 capitais e no DF

Organizada por meio das redes sociais, um grande ato contra o governo Dilma Rousseff promete levar milhões de pessoas às ruas em 23 capitais e no Distrito Federal.

11h07 – Espalhada entre a Rodoviária do Plano Piloto e o Congresso Nacional, a multidão é acompanhada pela cavalaria da PM.

11h04 – Segundo a Polícia Militar, ao menos 30 mil pessoas participam do ato em Brasília. O clima que seguia pacífico ficou tenso com a chegada do grupo, aos gritos de ‘fora PT’ no Congresso Nacional.

10h53 – Ao menos 2 mil policiais e 200 viaturas estão na Esplanada dos Ministérios. O primeiro grupo de manifestantes chega ao Congresso Nacional.

10h48 – Policiais militares montaram uma barreira na rampa do Congresso Nacional. A ação é para evitar que manifestantes ocupem o local, como ocorreu nas manifestações de junho de 2013.

10h46 –

15/3 – Confira fotos das manifestações deste domingo pelo país

10h43 – O aumento no preço dos combustíveis foi lembrado por alguns manifestantes. Porém, o maior apelo é contra a corrupção evidenciada na operação Lava-Jato.

10h34 – Duas barreiras policiais foram montadas, uma no Museu Nacional e outra em frente a Catedral. A polícia trabalha para evitar que manifestantes participem do ato com garrafas e outros o objetos cortantes.

10h30 – O trânsito na Esplanada dos Ministérios, sentido Congresso Nacional, foi bloqueado para a passagem dos manifestantes. O desvio dos veículos é feito a partir da Rodoviária do Plano Piloto.

10h27 –
Brasilienses de todas as idades participam do ato contra a presidente Dilma Rousseff. Idosos e estudantes estão munidos de bandeiras e cartazes de protesto.

10h21 – A multidão, reunida em Brasília, começou a seguir do Museu Nacional para o Congresso. o número de pessoas no local ainda não foi divulgado, mas a polícia estima que, durante o dia, os manifestantes cheguem a 70 mil. 

10h17 – Por meio do carro de som. organizadores do Movimento Limpa Brasil pedem para que o senador Lindberg Farias (PT-RJ) lembre o momento em que saiu às ruas na época dos caras pintadas. O senador é um dos investigados na Lava-Jato e lutou pelo impeachment de Collor.

10h11 – O casal de médicos Marilza Fantin, 40 anos e Rodrigo Pepe, 46, saíram de Águas Claras para participar do protesto. Com uma faixa escrita “Meu partido é o Brasil”, eles pedem uma política mais séria para o país. ” A situação está calamitosa. Queremos um país sem roubalheira. Não luto por um partido, mas  pelo país”, comentou Marilda.

10h07 – “Isso é uma ditadura. Não podemos aceitar isso” diz o caminhão do Movimento Limpa Brasil em referência à Lava-Jato. Um homem no alto-falante do veículo disse que os manifestantes precisam”respeitar a polícia” e que as polícias Civil, Militar e Federal deveriam se unir para prender “políticos corruptos”.

10h03 – Um grupo grupo com cerca de 30 advogados se uniu para manifestar contra a corrupção. “Vim lutar pelo meu Brasil. Um país sem corrupção e sem escândalos onde as pessoas podem livremente protestar”, disse Renata Sipriano, 40 anos, advogada. O grupo não tem ligação com nenhuma instituição, as pessoas se uniram por meio da internet e estão com uma faixa que diz “advogados unidos contra a corrupção”.

9h59 – Dois bonecos do ex-presidente Lula circulam entre os manifestantes ao som do hino da bandeira, em Brasília. Apesar da grande quantidade de pessoas, o clima é pacífico.

9h47 – A Polícia Militar prevê movimentação de 50 a 70 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios hoje. No loca, manifestantes exibem cartazes contra o ex-presidente Lula, além de faixas com o pedido de intervenção militar e impeachment .

9h43 – Mais cedo, carreatas tomaram conta da EPTG, a via mais movimentada de Brasília. Carros com bandeiras do Brasil e aos gritos de fora Dilma e fora PT causaram um pequeno engarrafamento na saída da cidade.

9h41 – Manifestantes são revistados na entrada do protesto, na biblioteca nacional. Policiais olham se eles têm garrafas de vidro, material cortante, pedaços de madeira, máscara e mastro.

9h35 – Centenas de pessoas se reúnem em frente ao Museu Nacional, em Brasília, para protestar contra o cenário político do país. Os atos no DF estão marcados para 9h30.

09h30 – Carros  descem buzinando no Eixo Monumental, sentido Esplanada dos Ministérios. Faixas com os dizeres de “intervenção constitucional já” estão espalhadas ao longo da via. O buzinaço se repetiu em Águas Claras nesta manhã.

Fonte: 15/03/2015 09:26 / atualizado em 15/03/2015 09:55

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar