Notícias

Ao menos 20 mil passageiros de Santa Maria e Gama continuam sem transporte

Cooperativa alegou não ter recebido verba suficiente para pagar os trabalhadores

Thiago Soares

img
Foto: Reprodução

Apesar do esforço do governo para que todas as cooperativas de ônibus do Distrito Federal voltassem a circular, os rodoviários da Coopatag permanecem paralisados. A empresa é responsável por atender cerca de 20 mil passageiros de Santa Maria e Gama. Os trabalhadores ainda não receberam os salários de novembro.

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, mesmo com os últimos repasses do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), a Coopatag alegou não ter recebido verba suficiente para pagar os trabalhadores. Os rodoviários reivindicam o 13º salário e o pagamento referente a novembro. “Até o pagamento, os rodoviários dessa cooperativa continuam parados. Estamos negociando com ela para fazer os pagamentos aos trabalhadores”, explicou Diogenes Nery, diretor do sindicato.

Por volta das 16h30, os trabalhadores de outra cooperativa, a Cootarde – que opera 50 ônibus em Santa Maria, Samambaia e Gama – voltaram a circular. Na última semana, o DFTrans repassou R$ 30 milhões às empresas que operam os coletivos na capital. Pela manhã, as cooperativas MCS e a Alternativa também retomaram as atividades.

Jair Tedeschi, diretor do DFTrans, explicou que desde a última segunda-feira a pasta realiza repasses diários às empresas que operam o transporte coletivo na capital. “Estamos viabilizando os recursos para a Coopatag voltar a operar”, afirmou.

 
Fonte: Correio Braziliense – 12/12/2014 20:06 Atualização: 12/12/2014 20:25
Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar