Após greve: Hemocentro precisa repor estoques de sangue

A unidade funciona normalmente e recebe doações. Veja como está a situação dos hospitais e dos centros de saúde nesta segunda-feira (26)

JORNAL DE BRASÍLIA – 26/10/2015 – 18:19:48

O Hemocentro, que retomou as atividades em 22 de outubro, precisa de doações para repor estoques que diminuíram durante greve de servidores. …

Dos oito tipos sanguíneos, cinco estão abaixo do nível de segurança — são eles A-, B-, O-, AB- e O+. O Hemocentro funciona de segunda-feira a sábado, das 7 às 18 horas, na SMHN 3, Conjunto A, Bloco 3, Asa Norte. Mais informações pelo telefone 160, opção 2.

Nesta segunda (26), unidades da rede pública de saúde continuam com restrições devido à paralisação de servidores — iniciada em 8 de outubro. Hospitais regionais, como o de Taguatinga e o de Ceilândia operam com equipes reduzidas.

Os servidores das farmácias de alto custo da 102 Sul e de Ceilândia voltaram a trabalhar neste domingo (25) por determinação judicial. Até sexta-feira (30), as duas unidades vão funcionar com horário ampliado, das 7 às 19 horas — e em caráter excepcional no sábado, das 7 às 18 horas — para regularizar a distribuição de medicamentos.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) opera normalmente.

Veja como está a situação nas regiões administrativas:

Brazlândia

Hospital regional: emergência com dois clínicos e um pediatra. Ambulatório sem atendimento.

Centros de saúde: serviços parados. Atendimento somente com médicos da Saúde da Família.

Ceilândia

Hospital regional: emergência com apenas um clínico (não há técnicos na sala de medicação). Cirurgia-geral e pediatria com atendimento normal. O centro cirúrgico recebe apenas casos de emergência. O ambulatório funciona parcialmente.

Unidade de pronto-atendimento: normal.

Centros de saúde: parcial.

Gama

Hospital regional: emergência com dois ortopedistas, dois cirurgiões e dois pediatras. No centro obstétrico, escala normal. Um clínico atende a apenas pacientes graves e de média urgência. Ambulatório com atendimento em oftalmologia e odontologia.

Centros de saúde: funcionam com equipes reduzidas.

Guará

Hospital regional: emergência com dois clínicos e dois pediatras. Só são atendidos pacientes transportados pelo Samu ou pelo Corpo de Bombeiros. Funcionamento normal da pediatria e da obstetrícia. Ambulatório com atendimento em endocrinologia, cardiologia, fisioterapia, oftalmologia, geriatria, homeopatia e acupuntura. Estão parados psiquiatria e dermatologia.

Centros de saúde: parcial.

Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo e Park Way

Unidade de pronto-atendimento: somente para casos graves.

Centros de saúde: parcial.

Paranoá

Hospital regional: apenas casos graves são atendidos na emergência. O ambulatório continua parado. Todas as cirurgias estão suspensas.

Centros de saúde: funcionam apenas para entrega de medicamentos e aplicação de vacinas.

Planaltina

Hospital regional: atendimento normal com três clínicos e dois pediatras. Equipe reduzida de técnicos de enfermagem e de enfermeiros. Cirurgias eletivas estão sendo remarcadas.

Centros de saúde: funcionam com equipes reduzidas.

Plano Piloto

Hospital de Base: na emergência, atendimento a casos de média e alta complexidade. Pacientes de menor urgência são direcionados para outras regionais. Ambulatórios sem atendimento de proctologia. Demais especialidades estão abertas para pacientes agendados. Radiologia recebe apenas emergências.

Oncologia: quimioterapia com atendimento restrito a pacientes agendados para hoje. Na radioterapia, apenas os casos mais graves.

Hran: emergência com atendimento restrito a casos graves. O pronto-socorro conta com um clínico no box de emergência e outros três médicos assistem a pacientes internados, além de um pediatra. Ambulatório com atendimento parcial na sala de curativos, na endocrinologia, na oftalmologia e na dermatologia. Todas as cirurgias eletivas foram canceladas.

Centros de saúde: na Asa Norte, os serviços funcionam parcialmente. Nas unidades nº 7 e nº 8 (Asa Sul), atendimento normal.

Hmib: centro obstétrico com quatro médicos. Três pediatras na internação e na emergência. As cirurgias eletivas estão suspensas. No ambulatório, equipe reduzida de médicos.

Adolescentro: 20% dos médicos e dos técnicos de enfermagem estão em greve. O atendimento está normal na farmácia, e as consultas estão sendo remarcadas.

Unidade mista: só são atendidas emergências.

Recanto das Emas

Unidade de pronto-atendimento: normal.

Centros de saúde e clínicas da família: parcial.

Samambaia

Hospital regional: a emergência conta com três clínicos, dois cirurgiões, quatro obstetras, quatro neonatologistas e dois anestesistas. A equipe de técnicos e de enfermeiros está reduzida. No ambulatório, pacientes com consultas agendadas nas especialidades de ginecologia e geriatria estão sendo atendidos. Raio X e laboratório funcionam normalmente, com equipes completas.

Unidade de pronto-atendimento: normal.

Centros de saúde: normal. Não tem médico na Clínica da Família da Quadra 312.

Santa Maria

Hospital regional: emergência com um clínico. No centro cirúrgico, só emergências. Sem atendimentos em ortopedia. Funcionamento parcial no ambulatório.

Centros de saúde: as consultas agendas foram canceladas.

Sobradinho

Hospital regional: a emergência está restrita a casos graves. Ambulatório com atendimento a gestantes de alto risco e a ecografias de emergência.

Unidade de pronto-atendimento: apenas pacientes de média e baixa complexidade estão sendo atendidos.

Centros de saúde: parcial.

Taguatinga

Hospital regional: emergência com equipe reduzida. Unidade de internação, centro obstétrico e clínica médica com funcionamento normal. Radiologia e laboratório só atendem emergências. O ambulatório funciona parcialmente.

Endocrinologia e pé diabético, unidades de terapia intensiva, central de material esterilizado e banco de leite funcionam normalmente. Endoscopia atende apenas a pacientes internados. O centro cirúrgico recebe somente casos de emergência.

O Raio-X de urgência e as ecografias agendadas estão mantidas. Não há atendimento em cardiologia, tisiologia, pediatria e otorrino. Na hemoterapia, somente consultas eletivas. Serviço de transfusão de sangue está mantido. Hemodiálise e unidades de internação estão normais.

Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios