Após reunião, manifestantes decidem deixar invasão do Catetinho


As 1,3 mil famílias acampadas deveriam ter deixado o local no último sábado

Após reunião entre o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) e a Ouvidoria Agrária Nacional, na manhã desta segunda-feira (3/12), os manifestantes decidiram deixar a Fazenda Gama, às margens da BR-040, de forma pacífica, às 14h30 de hoje. O encontro foi realizado no nono andar da sede do Incra.

O governador Agnelo Queiroz declarou, em evento oficial, que a invasão é inadmissível. “Estamos acabando com a indústria da grilagem. Entregaremos 100 mil habitações até 2014, portanto não vamos aceitar invasões”, disse.

As 1,3 mil famílias acampadas deveriam ter deixado o local no último sábado(1º/12), quando vencia o prazo do acordo assinado pelos manifestantes para a ação de reitegração de posse, pacífica. Segundo a Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), o acordo não foi cumprido pelos manifestantes, que aumentaram o número de famílias na área.

Fonte: Correio Braziliense