fbpx
25 de julho de 2021

Após 23 anos, o PT perdeu a essência

Perguntaram a Getúlio Vargas como havia resolvido o problema dos tenentes, que tanto haviam contribuído para a Revolução de Trinta, mas, depois da vitória, viram-se relegados ao papel de medíocres atores descartados da inauguração da peça a ser representada sem eles. …

O sagaz caudilho respondeu: “promovi-os a capitães…” Não foi bem assim, porque uma parte dos tenentes, Getúlio cooptou como interventores em diversos estados, levando uns a encetar longas carreiras políticas e outros a mergulhar nas profundezas da incapacidade de perceber que o mundo havia mudado. Se alguns dos tenentes de 30 chegaram a generais em 64, a verdade é que a categoria dissolveu-se no eterno embate entre amadores e profissionais. Essa constatação se faz a propósito do PT.

Antes da tomada do poder, quantos idealistas havia, dispostos a sacrificar a própria alma em prol da mudança de usos, costumes, instituições e postulados que regiam o  país?

Hoje, dez anos depois da ascensão do Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República, onde andam seus “tenentes”?

Fonte: Site Cláudio Humberto – 31/01/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial