Brasília-DF: Servidores acendem velas no Buriti contra “apagão de gestão” no GDF

Votação está marcada para esta terça (26/5), às 13h, e analisará se as leis que concederam aumento a todos os servidores do DF são inconstitucionais

 

Cerca de 50 servidores públicos se reúnem, na noite desta segunda-feira (25/5), em frente ao Palácio do Buriti, como uma prévia do protesto que ocorrerá na terça (25/5), após julgamento do TJDFT sobre a possível inconstitucionalidade nas leis de reajuste salarial concedidas à categoria. Cada um dos manifestantes tem nas mãos uma vela acesa, como crítica ao que chamam de “apagão da gestão” do atual governador Rodrigo Rollemberg.

A mobilização começou às 18h, logo após o fim do expediente dos servidores. Estão no local também integrantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e alguns ambulantes… O motivo do protesto é a votação da Comissão Especial do TJDFT, marcada para às 13h, contra as leis que concederam reajustes salariais a todos os servidores do DF.

Caso o TJDFT acate o pedido do Ministério Público e considere as leis inconstitucionais, o sindicato da categoria promete, além de pressionar o governo para que o aumento seja mantido, uma provável greve geral dos servidores.

Fonte: Por Matheus Teixeira , Gabriela Vinhal com foto de Daniel Ferreira/CB/D.A Press – 25/05/2015 – – 21:46:47