fbpx
25 de julho de 2021

Brasília em cena

O mês de julho foi de pura cultura para o público brasiliense. Durante 13 dias, salas de oito teatros da capital estiveram lotadas com espetáculos locais, nacionais e internacionais. Além disso, o público também foi presenteado com shows gratuitos variados realizados na Praça do Museu Nacional da República. Esse foi o resultado do Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília, que chegou à sua 13ª edição.

Esse ano o evento privilegiou produções de jovens da América Latina e da África, como foi o caso da peça mexicana El rumor del incendio. Para o ator João Antônio de Lima Esteves, 66 anos, assistir a um espetáculo como esse é bastante enriquecedor. Segundo ele, o público quer conhecer as novidades e quando tem acesso, ele realmente participa. “O Cena Contemporânea é um presente anual para a cidade”, ressalta João. O coordenador geral do festival, Guilherme Reis, ressalta a importância do evento. “O Cena está mais que inserido no calendário dos grandes eventos de Brasília. E nos últimos dois anos, temos contado fortemente com o apoio do GDF para realizá-lo”, diz.

Frequentadora assídua das edições do festival, a economista Iliana Canoff, 45 anos, não fez diferente este ano. “Cada espetáculo é um aprendizado e isso deixa as suas marcas em cada cidadão que o assiste”, afirma. Segundo ela, projetos como o Cena são fundamentais, pois propiciam o intercâmbio de conhecimento. Além disso, ela elogia a qualidade, o preço e os locais dos espetáculos.

Para a jornalista Lorena Quintas, 25 anos, essa é a maior vantagem do Cena. “É incrível essa oportunidade de poder conhecer um pouco do teatro de vários lugares do mundo a um valor bem acessível”, diz. Além do México, países como Benin, Argentina, Colômbia, África do Sul, Chile, Cuba e Espanha também exibiram suas manifestações artísticas.

FONTE: GDF Dia a Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial