img

Associação Brasiliense de Deficientes Visuais – ABDV, promoverá nos dias 6 e 9 de agosto, um minicurso sobre mobilidade, acessibilidade e melhores práticas para pessoas com deficiência visual em visitação aos espaços culturais.

O curso faz parte do programa educativo Brasília Tátil – A Capital Patrimônio num Toque de Arte -, que promove oficinas de modelagem em argila e apresenta o acervo cultural para crianças com e sem deficiência visual da rede pública de ensino.

O objetivo do curso é a inclusão dos deficientes visuais no núcleo artístico de Brasília, além de capacitar voluntários para melhorar o relacionamento e a integração social dos deficientes. Museólogos, artistas, educadores, arte-educadores, estudantes, jornalistas, formadores de opinião e todos os voluntários interessados serão bem-vindos na realização do projeto.

No dia 6 de agosto (terça-feira), o minicurso acontecerá em dois horários: das 9hs às 12hs ou das 14hs às 17hs, na Esplanada dos Ministérios.

Os participantes também aprenderão mais sobre técnicas de orientação e mobilidade para pessoas com deficiência visual e vivência do roteiro turístico do Brasília Tátil.

Já o minicurso do dia 9 de agosto (sexta-feira) acontecerá no Espaço Cultural Renato Russo, 508 sul, em dois horários: das 9hs às 12hs ou das 14hs às 18hs.

Neste dia, a programação é um pouco diferente – os inscritos participarão de uma palestra com debate sobre diversidade, cultura e educação patrimonial, e encerrarão o curso com a oficina de criatividade e modelagem em argila.

As inscrições são gratuitas e estão abertas até 31 de julho (quinta-feira) e podem ser feitas pelo e-mail: producaobrasiliatatil@gmail.com

Fonte: Gazeta de Taguatinga

Deixe um comentário

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial