CEB triplica capacidade da subestação do Gama

Moradores do Gama ganharam um grande presente de natal neste final de ano. E, ao que depender da CEB, ele será realmente iluminado. Com a presença do governador Agnelo Queiroz, a empresa inaugurou, na manhã desta quinta-feira (20/12), a reforma e ampliação da subestação da cidade.  É mais um passo importante que a empresa dá para recuperar o sistema de distribuição de energia do Distrito Federal.
 
A CEB Distribuição mais que triplicou a capacidade da subestação do Gama, que saltou de 34,5 KV para 138 KV. Isso deve garantir mais eficiência e qualidade na distribuição de energia para a cidade.  Um ponto importante da reforma é que haverá uma redução do carregamento da subestação Brasília Sul (FURNAS), que alimenta a cidade de Taguatinga, mediante a transferência da carga da subestação do Gama para a subestação de Samambaia (FURNAS).  “Nós vamos aliviar a carga lá de Taguatinga beneficiando também esta população e vamos ter uma energia mais confiável para toda a população do Gama”, explica Mauro Martinelli, diretor de Engenharia da CEB Distribuição.
 
Outra novidade é que a subestação do Gama, agora, vai trabalhar em um sistema de anel, sendo alimentada por duas fontes: Corumbá III e IV; e Samambaia, por meio  da subestação de Monjolo. Desta forma, o risco de a cidade ficar sem energia fica bem menor já que, se uma rede cair, a outra estará em funcionamento. “Estamos dando mais segurança a toda a cidade, que é uma cidade em crescimento, que está verticalizando e que tem um setor de desenvolvimento econômico, disse o governador Agnelo.
 
Maior investimento da história
 
A CEB completou 44 anos neste mês de dezembro e, até o ano de 2010, a empresa havia instalado 23 transformadores de 32 MVA em todo o DF. No entanto, apenas de 2011 até 2014 serão instalados mais 21 transformadores de 32 MVA, ou seja, numero quase igual ao que já havia. Outro exemplo importante é que, em toda a história da CEB, até 2010, a potência total instalada em todo o DF era de 2.150 MVA. “Só no governo Agnelo vamos instalar mais 742 MVA, o equivalente a 35% de toda potência instalada em toda a história da CEB”, explicou Mauro Martinelli.
 
O diretor da CEB anunciou, também, que a empresa vai antecipar investimentos que deveriam ser realizados entre 2017 a 2020. O objetivo é garantir mais eficiência no fornecimento de energia para o centro da capital. “Isso vai dar o critério de confiabilidade N – 2 ( “N menos 2”) para a área central de Brasília. Ou seja, mesmo faltando dois elementos, duas linhas, ou duas subestações ainda continuaremos a ter energia na localidade. Um investimento de mais R$ 231 milhões até 2014”, explicou Martinelli.

O governador Agnelo ressaltou a importância dos investimentos da CEB para o desenvolvimento socioeconômico do Distrito Federal. Além da subestação do Gama, que vai reforçar energia para a Área de Desenvolvimento Econômico da cidade (ADE/Gama), o governador destacou a subestação da cidade Digital, que já está em construção. “Não há desenvolvimento econômico sem energia e é isso que está sendo mudado com os investimentos que a CEB está fazendo com muita eficiência, competência, resgatando a empresa e melhorando a qualidade da energia para a nossa cidade”, destacou  Agnelo.

A CEB Distribuição investiu cerca de R$ 10 milhões na reforma e ampliação da subestação do Gama. Somente este ano, foram investidos R$ 160 milhões em subestações e redes de distribuição em todo o DF. Ainda em 2012 devem ser inauguradas a linha de transmissão Santa Maria x Mangueiral e a ampliação da subestação Água Claras, onde foi instalado um terceiro transformador.

FONTE: CEB DF