Contratadas 593 máquinas para operar em todas as regiões administrativas

O investimento em caminhões-pipa, retroescavadeiras, pás-carregadoras e motoniveladoras será de R$ 66,2 milhões anuais 

Guilherme Pera, da Agência Brasília
 
 

Ao contrário do informado na versão anterior, o contrato representará um reforço de 593, e não 590


O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou do evento que autorizou cinco ordens de serviço para a execução de contratos de locação de equipamentos para todas as regiões administrativas. É um reforço de 593 máquinas — entre pás-carregadoras, motoniveladoras, retroescavadeiras e caminhões-pipa — para trabalhos em todo o Distrito Federal, com custo de R$ 66,2 milhões anuais. O evento ocorreu nesta segunda-feira (9), no estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Os contratos foram firmados com a Cooperativa dos Caminhoneiros Autônomos de Cargas e Passageiros em Geral (Coopercam). A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) ficará responsável pela gestão dos equipamentos que serão utilizados pelas administrações regionais.

Assim como ocorre com caminhões e máquinas da Novacap, os equipamentos terão sistema de monitoramento por GPS. Ao todo, 160 já receberam o GPS e estão prontos para começar a operar hoje. Atualmente, 317 máquinas estão em funcionamento em todas as regiões administrativas.

Trabalho em equipe
Rodrigo Rollemberg falou sobre o cumprimento dos pagamentos em dia com os caminhoneiros, elogiou o trabalho da Novacap e ressaltou a importância de atuar em equipe. “Com essas máquinas teremos quase mil equipamentos nas ruas de Brasília”, afirmou. “Isso será importante para a manutenção nas nossas vias, nossas estradas, nossos gramados, o embelezamento de nossos jardins, as operações tapa-buraco e várias outras intervenções que a Novacap vai poder realizar com a parceria das administrações regionais”, continuou.

O diretor-presidente interino da companhia, Júlio Menegotto, reforçou o trabalho em equipe. “Compete à Novacap executar os serviços e, às administrações regionais, demandar os serviços e ajudar a fiscalização”, disse.

Homenagem ao “jardineiro do Cerrado”
A entrega ocorreu um dia após a morte do engenheiro agrônomo e funcionário aposentado da Novacap Francisco Ozanan Coelho, de 72 anos, chefe do Departamento de Parques e Jardins por mais de 30 anos. Ontem, o governador decretou luto de três dias pelo falecimento do homem conhecido como “jardineiro do Cerrado”.

Durante a cerimônia, foi decretado um minuto de silêncio antes dos pronunciamentos. “Quando olho os ipês e flamboyants dessa cidade, lembro meu querido amigo Ozanan, o jardineiro do Cerrado. Não há homenagem maior para ser feita a ele que manter essa cidade bonita e florida”, discursou o governador Rollemberg.

Também estiveram presentes o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio; o secretário de Gestão do Território e Habitação, Thiago de Andrade; o presidente da Terracap, Júlio César Reis; a diretora-presidente da Agência de Fiscalização (Agefis), Bruna Pinheiro; o diretor-geral do Departamento de Trânsito (Detran), Jayme Amorim; os secretários-adjuntos de Relações Institucionais e Sociais, Igor Tokarski, e de Assuntos Legislativos, José Flávio, ambos da Casa Civil; a diretora de Limpeza Urbana do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Alessandra Goulart; os deputados distritais Agaciel Maia (PR), Juarezão (PSB), Luzia de Paula (PSB) e Roosevelt Vilela (PSB); os administradores regionais de Brazlândia, Devanir Gonçalves, do Itapoã, Alexander Capalbo, do Plano Piloto, Marcos Pacco, de Samambaia, Paulo Silva, de Santa Maria, Nery Silva, de São Sebastião, Jean Duarte, e de Taguatinga, Ricardo Lustosa.

Veja a galeria de fotos:

 

Da Redação da Agência Brasília 10/05/2016

Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios