DF e Entorno ligados pelos trilhos do VLT

O Diário Oficial da União, de amanhã, deve publicar o edital de contratação de uma empresa para fazer o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental para implantação um Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) – entre Brasília e Luziânia.

Havendo vialibidade, a estimativa é que ainda em 2103 comecem as obras de construção das estações, criação de novos ramais e adaptação à atual rede férrea. O custo total está estimado em R$ 80 milhões, e atenderá aproximadamente 600 mil pessoas, diariamente.

Os maiores beneficiados com o VLT serão os moradores das cidades de Luziânia, Cidade Ocidental, Valparaíso de Goiás, Novo Gama e Santa Maria, e reduzirá o número de automóveis que descem, todos os dias dessas cidades, em direção ao Plano Piloto, – aproximadamente 40 mil veículos.

Segundo Marcelo Dourado, diretor-superintendente da Sudeco – Superintendência de Desenvolvimento do Centro Oeste, órgão responsável pelo projeto, a implantação deste VLT é um projeto viável. “Tenho dois estudos de viabilidade. Um da ANTT e outro realizado por um engenheiro particular, ambos revelam que o projeto tem tudo para dar certo. Os trilhos já existem e estão em ótimo estado. Tudo o que temos a fazer é um bom projeto de adaptação e seguir com o implantação.”, disse Dourado.

A futura ligação férrea é fruto de um acordo feito entre os governos de Goiás e Distrito Federal assinado em 15 de dezembro do ano passado, com a participação da Sudeco, dos ministérios dos Transportes, da Integração Nacional, Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Fonte: Gazeta de Taguatinga

Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios