29 de julho de 2021

Dilma Rousseff é eleita a segunda mulher mais poderosa do mundo pela revista ‘Forbes’

Em 2012, a presidente brasileira, Dilma Rousseff, estampou a capa da revista Forbes de setembro, quando ocupou (pelo segundo ano consecutivo) a terceira posição na lista das 100 mulheres mais poderosas do mundo. Desta vez, a capa ficou com a CEO da Hewlett-Packard, Meg Whitman — que está em 15º lugar —, e Dilma, em contrapartida, subiu uma posição, ficando atrás apenas da chanceler alemã, Angela Merkel, que lidera o ranking há 3 anos.

O segundo lugar era, até então, ocupado pela ex-primeira dama dos Estados Unidos, Hilary Clinton, que em fevereiro deste ano deixou o posto de secretária de Estado e caiu para a quinta posição. Sobre a conquista de Dilma, a publicação americana ressaltou a ênfase que o governo da presidente dá ao empreendedorismo, “inspirando uma nova geração de startups”. No entanto, a líder brasileira seria alvo de críticas por “favorecer políticas de desenvolvimento acima das questões humanitárias”.

Com representantes de 26 nacionalidades, a lista daForbes conta ainda com outra brasileira: a presidente da Petrobras, Graça Foster, que subiu duas posições e está no 18º lugar, à frente até mesmo da presidente argentina,Cristina Kirchner, que caiu 10 posições no ranking e aparece no 26º lugar.

A lista anual da Forbes inclui mulheres influentes na política, negócios, imprensa, entretenimento, organizações sem fins lucrativos e tecnologia. Essa última área, por sinal, mereceu grande destaque no ranking de 2013, com 16 nomes no total. Nas primeiras posições, além da CEO da HP e da diretora do Facebook, Sheryl Sandberg — que ocupa nada menos que o 6º lugar —, a CEO do Yahoo!, Marissa Mayer, também aparece na lista com o 32º lugar.

Entre as celebridades, estão a apresentadora Oprah Winfrey, na 13º posição, Beyoncé (17ª), Angelina Jolie (37ª), Sofia Vergara (38ª), Shakira (52ª), a modelo brasileira Gisele Bündchen (95ª) e a cantora Lady Gaga, que ocupa o 45º lugar e, aos 27 anos, é a mulher mais jovem do ranking. O título de mais velha da lista é da rainha Elizabeth II, da Inglaterra, que aos 87 anos está na 40ª posição.

Confira o top 10 da lista divulgada pela Forbes:

Angela Merkel, chanceler alemã

Dilma Rousseff, presidente do Brasil

Melinda Gates, co-fundadora da Bill Melinda Gates Foundation

Michelle Obama, primeira dama dos Estados Unidos

Hillary Clinton, personalidade filantrópica

Sheryl Sandberg, chefe operacional do Facebook

Christine Lagarde, diretora-gerente do FMI

Janet Napolitano, secretária de Segurança Nacional dos Estados Unidos

Sonia Gandhi, presidente do Partido do Congresso na Índia

10º Indra Nooyi, CEO da PepsiCo

 

Fonte: Claudia/Abril – Por: Nathália Florencio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Sair da versão mobile