Dois grileiros são presos no Gama tentando vender terrenos irregulares

Homens se passavam por corretores; vendas poderiam render até R$ 450 mil

Dois grileiros foram presos na região de Ponte Alta Norte, no Gama, com documentos que comprovam a intenção de vender terrenos em área da Caompanhia Imoboliária de Brasília (Terracap).

grilagem no gamaA dupla foi denunciada por um morador da área. A denúncia foi levada à Polícia Civil e a investigação durou três semanas, até que os policiais conseguiram flagrar os dois com todas as evidências de que comprovassem a intenção de venda.

Os homens foram levados à Delegacia do Meio Ambiente (Dema), onde foram autuados pelo crime de parcelamento irregular do solo. Um dos acusados já tinha duas passagens pelo mesmo crime. Caso sejam condenados, eles podem pegar até cinco anos de prisão, além de terem que pagar uma multa que pode chegar a 100 salários mínimos.

A venda dos terrenos poderia render até R$ 450 mil para os dois supostos corretores. A área parcelada tinha de 5 mil metros quadrados e seria dividida em dez lotes de 430 metros quadrados cada. Os homens queriam cobrar R$ 45 mil por cada unidade. Seis casas já estavam construídas no local há mais de dois anos.

Em 2012, a Seops realizou 51 operações no Gama, e demoliu 297 construções.

Fonte: Correio Braziliense

Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios