fbpx
O ex-deputado Fraga diz que o DEM do DF, será um palanque para ajudar a reeleger Bolsonaro em 2022. Ele disse ainda ao "Radar Político" que não descarta a possibilidade de se candidatar ao Buriti

Nesta sexta (11), a coluna Radar Político, do Portal Radar DF, revela que o ex-deputado federal Alberto Fraga (DEM) “não descarta a possibilidade de disputar novamente o Buriti, nas eleições do próximo ano”.

O ex-deputado Alberto Fraga, presidente do DEM-DF, disse à coluna “Radar Político” que não descarta a possibilidade de  disputar novamente o Buriti, nas eleições do próximo ano.

Ainda se recuperando da perda da esposa Mirta Fraga, falecida no último dia 25 do mês passado, vitima de Covid, o ex-deputado afirmou que deve começar a tratar do assunto a partir do mês de julho.

Chapa Bolsonarista

Fraga afirmou que a partir do próximo mês, vai conversar com todos no sentido de construir uma chapa, focada no Buriti, e trabalhar para ajudar a reeleger o presidente da República, Jair Bolsonaro.

“Não descarto a hipótese  de disputar o governo  seja contra quem for.  Seja contra Ibaneis, Flávia, Izalci ou Reguffe. Conheço o meu potencial”.

Desabafo

“A cidade sabe que em 2018, eu perdi a corrida para o tapetão, quatro dias antes da eleição para o Buriti, sofri uma condenação absurda e que, logo após o pleito, fui absolvido por unanimidade”.

Não marchará com Izalci

Embora fora da movimentação política, Alberto Fraga adiantou ao Radar Político que não comporia uma chapa com Izalci Lucas (PSDB).

“Ele é meu amigo. Ajudei a elegê-lo em 2018 a senador. Mas agora, o projeto dele é fazer palanque para o Doria ou para Lula no Distrito Federal, como é o desejo dos principais cabeças do PSDB”, pontuou.

Reguffe não é essa coca-cola

Ao fazer um pequeno comentário sobre as candidaturas postas ao Buriti, o presidente do DEM-DF afirmou que “Reguffe não é essa coca-cola toda que muita gente prega por aí”.

marketing de moço puritano já não faz mais efeito, como não tem mais importância o discurso que já dura mais de 20 anos de conversa mole do fim dos impostos sobre os medicamentos que nunca foi reduzido.

O movimento de Arruda

” O Arruda continua se movimentando para emplacar a mulher dele (Flávia Arruda), como candidata ao governo. Fica fácil pra quem tem muito espaço no governo. A foto tirada ao lado de Ibaneis, apontando Flávia como candidata sua, ao Senado, não quer dizer nada como garantia.

Sobre o DEM

Flagra afirmou que o seu partido, o Democratas, irá construir uma nominata forte para eleger deputados em 2022. Ele afirmou que o deputado federal Luís Miranda, deve decidir se permanece no DEM ou se vai para outro partido.

“Mesmo que eu saia candidato a deputado federal, ele pode se reeleger comigo. No entanto, o que ouço falar por aí é que ele deve ingressar no Republicanos do Júlio César”.

Disputa pelo MDB

Com o ingresso da ex-deputada distrital e administradora regional de Arniqueira, Telma Rufino no MDB, a briga será grande entre os três robustos postulantes ao cargo de deputado distrital.

Além de Telma, tem o deputado Hermeto, líder do governo na CLDF e o ex-deputado distrital e atual presidente da Codhab, Wellington Luís.

Nas contas dos matemáticos de plantão, a legenda conseguirá eleger apenas dois distritais.

No entanto, os mesmos matemáticos não arriscaram apontar quais dos três tem a chance de chegar lá.

*Com informações do Radar DF – 11/06/2021

By Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial