Esporte

Heróis e Vilões

Foi uma vitória épica. No último domingo o torcedor foi presenteado com uma belíssima partida de futebol recheada de emoções onde o alviverde mostrou muita superação para bater o mordido Sobradinho pelo placar de 3 a 2.

Mas se a vitória encheu de confiança a torcida alviverde, ao mesmo tempo deu-se a entender que o Gama ainda precisa melhorar para ser considerado favorito ao título deste ano. Com um meio de campo criativo e ataque veloz, o verdão ainda está devendo uma boa atuação de sua dupla de zaga. Se não fossem os gols bobos sofridos nas duas primeiras rodadas o Gama permaneceria na liderança do campeonato (hoje está na segunda colocação do grupo B atrás do Ceilandense no quesito saldo de gols).

O BLOGAMA elegeu para esta rodada os heróis e vilões da partida entre Gama x Sobradinho onde o alviverde arrancou uma vitória espetacular por 3×2:

Bola Cheia

ANDRÉ LUIZ (foto acima): O goleiro ex-Formosa chegou ao Gama em clima de desconfiança por parte da torcida. Não só por ter feito parte do elenco do Tsunami goiano que foi estranhamente eliminado nas semifinais de 2011 como por ter vestido a camisa do arquirrival Brasiliense. Mas aos poucos o goleirão foi demonstrando sua qualidade técnica e conquistou de vez a torcida ao defender um pênalti que só o árbitro Ademário Neves viu aos 47 minutos do segundo tempo. Mostrando muita personalidade e competência, André Luiz foi um dos heróis da partida.

LÉO: Uma grata surpresa na partida foi sem dúvida a entrada do garoto Léo. O jogador que é cria da cidade frequentou as escolinhas da quadra 50 do Setor Leste e chamou a atenção como atleta do Vila Nova, equipe amadora da cidade do Gama. Fez peneira no Gama em 2012 sem ter sucesso, mas foi integrado ao elenco de juniores que foi à Copa São Paulo deste ano. Subindo ao profissional, Léo conquistou a confiança do técnico Vitor Hugo e retribuiu com dois belíssimos gols que garantiram a segunda vitória do Gama no candangão.

VITOR HUGO: Diante do Sobradinho, o técnico alviverde teve a oportunidade de mostrar sua competência diante de um resultado adverso. Quando perdia por 2 a 1 no segundo tempo, Vitor foi corajoso ao mudar o esquema tático de sua equipe para o 4-3-3 e buscar a reação. Foi premiado com a vitória que deixou o Gama na briga pela vaga nas semifinais.

LUIS CARLOS: No auge dos seus 37 anos, o experiente meia Luis Carlos ficou com a dura missão de substituir Kabrine na lateral esquerda. Apesar do peso da responsabilidade, o jogador correu muito e não comprometeu, mostrando toda a sua versatilidade em campo.

foto

Bola Murcha

JÚNIOR SOARES: O zagueirão fez sem sombra de dúvida a sua pior partida à frente do Gama. Nervoso em campo, entregou de bandeja o primeiro gol do Sobradinho ao errar um passe simples e deixar a bola nos pés de Laércio que não vacilou e abriu o placar. A torcida pegou no pé do jogador vaiando-o a cada vez que a bola lhe chegava aos pés. E no segundo tempo quando teve a chance de se redimir, Júnior errou um gol feito chutando a bola para a arquibancada.

ADEMÁRIO NEVES: O árbitro da partida passada foi muito infeliz. Depois de desagradar o Sobradinho no ano passado, agora foi a vez do juizão fazer uma atuação ruim que desagradou o Gama de uma forma geral. Sem dúvida o fato de apitar dois pênaltis duvidosos à favor do Sobradinho levantou a suspeita de que existe algo errado no quadro de árbitros da FBF.

Fonte: BloGama Net

Leia mais Legião tenta inverter mando de jogo

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar