Liliane: “A política social do DF esconde a verdade da população”

Parlamentar criticou estratégia do GDF de “superlotar e esconder” a população de rua em albergues

A presidente da Comissão de Assuntos Sociais da Câmara Legislativa, Liliane Roriz (PSD), criticou duramente a estratégia do governo local de construir albergues para abrigar a população de rua. Segundo Liliane, o dinheiro destinado a esse projeto deveria ser utilizado em políticas públicas para evitar o aumento da mendicância. As declarações da parlamentar foram dadas nesta quinta-feira (27) durante audiência pública proposta pela distrital para discutir a instalação de um albergue social na QNR 01 de Ceilândia.

Para Liliane, o beneficiado acaba se tornando dependente permanente do Estado. “Os recursos para um projeto como esse seriam melhores utilizados em projetos sociais que investissem no ser humano. O que o governo do DF tem feito é esconder a verdade da população ao superlotar albergues com moradores de rua”, argumentou. …

A presidente da Comissão de Assuntos Sociais cobrou das autoridades do governo do Distrito Federal que retomassem a ideia da aplicação da “rede de proteção social”, programa que visa auxiliar a população carente com benefícios sociais, desde que a família ofereça alguma contrapartida ao Estado. “A atual política social do GDF está defasada e deixa a família sem perspectiva de crescimento”, criticou.

Cerca de 300 pessoas participaram da audiência pública. Os moradores das proximidades do terreno onde será erguido o novo albergue reclamam que não foram ouvidos pelo governo. A Secretaria de Desenvolvimento Social sustenta que quase 30% da população em situação de rua estão em Taguatinga e Ceilândia e, por isso, o número de moradores de rua nas cidades não deve aumentar após a construção do albergue.

Fonte: CLDF – 27/09/2012

 

Israel Carvalho
Gerente de conteúdo