Na raça, o Gama classifica-se para a semifinal

O Gama fez o que muitos diziam que era impossível. Com o empate do Ceilândia contra o Botafogo e a vitória dentro de casa em cima do Luziânia, o alviverde está garantido na semifinal. Agora o Gama terá a missão de ir a Taguatinga para enfrentar o rival Brasiliense na briga pela vaga na final da Taça JK. O técnico Vitor Hugo aproveitou o momento da vitória para alfinetar diretor de futebol.

Foi uma partida dura. O árbitro parou o jogo em vários momentos, mesmo em lances em que havia vantagem. O Gama fez o único gol do dia aos cinco minutos. Laionel foi derrubado na área e Luiz Carlos converteu a cobrança chutando no canto direito do goleiro Edmar Sucuri.

Veja mais:
– Álbum de fotos da partida
– Tabela de jogos e classificação do campeonato

O confronto ficou feio, com muitos chutões e as duas equipes nervosas em campo, fazendo a torcida ficar ainda mais apreensiva. O Luziânia quase empatou, mas o lance só aconteceu com 29 minutos de jogo. Thiago Silva pegou a sobra de uma cobrança de escanteio e chutou para o gol, a área estava muito tumultuada e  André Luis teve dificuldades em ver a bola. Mesmo assim o goleiro conseguiu espalmá-la para o canto.

Já na segunda etapa, Herê teve uma boa oportunidade de ampliar o marcador. Aos sete minutos, Laionel tocou a bola na entrada da área para Gilmar Herê. O veloz atacante passou por dois marcadores e ficou de frente para o último. Na hora que chutou foi impedido pelo zagueiro.

O Luziânia quase estragou a festa gamense. Já com 41 minutos da segunda etapa, Teti ficou sozinho com o goleiro André Luis. O meia finalizou com muita categoria dando um totó na bola para encobrir o goleiro, André com uma mão só mudou a trajetória da bola.

Destaque

O volante Sávio foi titular nos três últimos jogos do Gama. A atuação do volante tem agradado a torcida e muito mais a Vitor Hugo. Hoje o jovem defensor teve atuação regular e fez desarmes importantes. Sávio foi eleito pela rádio bandeirantes como o jogador da partida. “Quando cheguei aqui (time profissional) eu me senti em casa e se não fosse Deus não conseguiríamos a classificação. Nosso grupo agora tá unido pelo título”, destacou.

De volta ao batente


Depois de vários meses afastado, hoje Pirulito trabalhou normalmente
Foto: Sérgio Vinícius (BloGama.Net

O Palhaço Pirulito tem passado por maus-bocados. O artista sofreu queimaduras em um dia de trabalho com uma kombi que pegou fogo. Pouco depois de ter se recuperado, Pirulito sofreu com um Acidente Vascular Cerebral. Hoje, muitos torcedores aproveitaram a tarde quente para comprar laranjinhas, picolés e felicitá-lo pela volta ao trabalho. Esse foi o primeiro jogo que Pirulito trabalhou depois de todas essas situações.

Acusações
com a alma lavada após a semana de desconfiança, Vitor Hugo chamou todos os jogadores para um gesto simbólico. O grupo todo deu as mãos e ajoelhou em frente a torcida que fazia a festa no alambrado. No momento da entrevista, Vitor denunciou o diretor de futebol do Gama, segundo Vitor, ele estaria dificultando o trabalho da equipe técnica. “Estou fazendo o meu trabalho, quando diretor começa a minar o trabalho da comissão técnica acontece o que houve (queda de rendimento). Nós não temos problemas com jogador algum, não pode diretor vir atrapalhar nosso trabalho. E o diretor todo mundo sabe quem é. É o Vilson de Sá”, anunciou.

Do outro lado da história, Vilson afirmou não ter feito nada para prejudicar o trabalho dos responsáveis por comandar o grupo gamense. “Não é verdade, ele está equivocado. Isso seria antiprofissional e não é da minha índole. Até porque sei que ele é um ótimo profissional e deve ter ouvido isso de alguém mas eu nunca faria isso”, disse.

No próximo domingo o Gama enfrentará o Brasiliense no estádio Serejão na semifinal. O jogo acontecerá às 16h e será o segundo encontro dos dois times no Candangão 2013.


Ficha Técnica:
Gama 1×0 Luziânia
Sábado, 23 de fevereiro de 2013
Estádio Bezerrão, 15h30

Gama:
André Luis; Amaral; Da Silva, Júnior Soares; Kabrine; Juninho Goiano, Sávio, Luiz Carlos (Fágner); Laionel (Leto), Gilmar Herê e Léo (Guilherme)
Técnico: Vitor Hugo

Luziânia:
Edmar Sucuri; Glauber; Perivaldo, Galego; Tiago Piai; Lucas (Teti), David, Rodrigo Menezes (Rodrigo Alves), Vinícius (Paulinho Cuiabá); Rafael Sciani e Thiago Silva
Técnico: Esquerdinha

Gol: Luiz Carlos (Gam) aos cinco minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Amaral (Gam), Kabrine (Gam), Sávio (Gam), Laionel (Gam), Glauber (Luz) e Paulinho Cuiabá (Luz)
Público e renda: 996 pagantes; R$11.045,00

Árbitro: Vanderlei Soares
Auxiliar 1: Westhane Cassiano
Auxiliar 2: Lehi Souza
4º árbitro: Francisco Alves

Fonte: BloGama.Net