PM abre sindicância para apurar ‘espantalho’ em posto policial no DF

Processo deve ser concluído em 30 dias, diz comandante da corporação. Policial fez boneco para simular presença de pessoa em posto de Brazlândia.

pm

A Polícia Militar do Distrito Federal abriu sindicância para apurar o caso do PM que saiu do posto da corporação em Brazlândia e deixou um “espantalho” no lugar, na noite do último domingo (13).

Segundo o comandante do batalhão da PM na região, tenente-coronel Marcilon Back, o processo deve ser concluído em 30 dias. Caso seja constatada irregularidade no caso, o policial pode ser punido com advertência ou prisão.

De acordo com a PM, um sargento da corporação estava trabalhando no posto policial do Setor Veredas, mas teve de sair para atender uma ocorrência. Ele montou uma espécie de espantalho com travesseiro, máscara e uma capa com capuz, para simular a presença de uma pessoa no local.

O boneco foi colocado em frente ao computador, com a luz do monitor direcionada para o rosto, parecendo estar olhando para baixo.

Segundo Back, os policiais em serviço têm autorização para deixar o posto para atender ocorrências. “Não precisava daquilo. Tem um rapaz que mora por ali, com problemas mentais, que sempre que vê o posto vazio ele picha as paredes, mas não precisava ter feito aquilo”, disse o comandante.

Fonte: G1 DF

Veja o vídeo do Correio Braziliense Clique aqui!

Tags

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios