Vigilante e gerente do banco impediram que o agente entrasse sem apresentar identificação, pois a porta do estabelecimento travou por conta da arma que ele portava

Um policial militar fardado, que estava em serviço, foi impedido de entrar em uma agência bancária do Gama, na tarde desta segunda-feira (11/3). A porta com detectores de metais travou por causa da arma que ele tinha na cintura.

De acordo com o titular da 14ª Delegacia de Polícia (Gama), Ronney Matsui, o PM foi barrado pelo vigilante e pela gerente da agência. Enquanto isso, uma cliente, que estava dentro do estabelecimento, reclamava que o celular tinha sido furtado.

Após muita insistência, o agente da Polícia Militar conseguiu entrar e levou o vigilante e a gerente do Banco para a 14ª DP, onde os dois foram autuados por desobediência.
Fonte: Díario do DF

Deixe um comentário