Posse de Gleisi Hoffmann na presidência do PT vira ato pró-Lula

Senadora é a primeira mulher a presidir o partido. Lula e Dilma participaram do evento em Brasília

Os ex-presidentes da República Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff participaram, na noite desta quarta-feira (5/7), da posse do novo comando do partido. Pela primeira vez, a sigla será chefiada por uma mulher: a senadora Gleisi Hoffmann (PR), que foi empossada no evento promovido no Centro de Convenções Brasil 21, em Brasília.

Gleisi assume o PT após um período em que, em pouco mais de três anos, o partido venceu sua quarta eleição presidencial consecutiva, foi alvo de um impeachment que tirou Dilma do poder e viu algumas de suas principais lideranças presas ou investigadas na Lava Jato. Entre elas, Lula e a própria senadora, que se tornou ré pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Ela e o marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, são acusados de ter recebido R$ 1 milhão para a campanha da senadora em 2010. De acordo com depoimentos de delatores na Lava Jato, o valor é oriundo de recursos desviados de contratos da Petrobras. Ambos foram citados nas delações do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa.

Delações, denúncias e condenações à parte, Lula foi aclamado pelos militantes presentes como candidato do PT à Presidência da República em 2018. Um a um, os parlamentares do partido se revezaram ao microfone para atacar o atual presidente, Michel Temer (PMDB), e para pedir a convocação de eleições diretas imediatamente. “Vamos recuperar a democracia e eleger o presidente Luiz Inácio Lula da Silva”, afirmou o senador Lindbergh Farias (RJ).

O presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vargner Freitas, pediu o “fim da perseguição” ao ex-presidente Lula. “Mas, se ele for condenado injustamente, vamos tomar o Brasil”, disse Freitas.

Depois foi a vez de Dilma, Gleisi e Lula falarem. Veja o que disseram:

Dilma Rousseff
É fato que houve um golpe no Brasil. E é fato que esse golpe está caminhando para a ruína, como na ditadura militar. Eles não conseguem criar condições para fazer as reformas que propuseram. Por isso, o PT tem mostrado que sabe se adaptar, mas sem mudar de lado. Estamos nos adaptando.”

Gleisi Hoffmann
Temos que ter clareza sobre para quem nós governamos e saber para quem queremos voltar a governar. Vamos defender os direitos de todos os brasileiros, mas vamos defender o presidente Lula. Não pensem eles que com uma sentença de juiz de primeira instância vamos ter uma eleição sem Lula. Sem o presidente Lula, a eleição será uma fraude.”

Lula
Certamente o Rodrigo Maia [presidente da Câmara dos Deputados, do DEM-RJ] está se preparando para assumir [o governo]. Não podemos pensar que um golpista é melhor do que o outro. Um golpista é um golpista.

Metrópoles – 05/07/2017 21:05

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios