Série D: Ainda sem Bezerrão, Gama se prepara para enfrentar Villa Nova

Na análise do desempenho gamense, o empate em casa com o Botafogo-SP foi o resultado que não estava na programação gamense

Gama, DF, 27 (AFI) – Depois de dois empates na Série D do Campeonato Brasileiro, o Gama do Distrito Federal agora tem mais uma partida fora de casa. Enfrentará o Villa Nova-MG em Nova Lima, no próximo domingo, às 16 horas, pela 4ª rodada do Grupo A6 da competição.

O Gama vive dois extremos. Ainda não sofreu gols, sua defesa completou oito jogos sem ser vazada, mas em contra partida seu ataque ainda não funcionou. Foram dois empates em 0 a 0. A vitória é de fundamental importância no confronto diante do Leão do Bonfim de Minas Gerais.

Na análise do desempenho gamense, o empate em casa com o Botafogo-SP foi o resultado que não estava na programação gamense. A ordem era vencer em casa e buscar pontos fora de casa. Então, antes dos dois jogos seguidos em Brasília, a vitória diante do Villa Nova, em Minas Gerais, será de fundamental importância ao time candango.

O técnico Gilson Granzotto ficou bastante irritado com um torcedor que lhe jogou algo ainda em Catalão. Em entrevista à Rádio Comunidade do Gama, o treinador disparou. “Fizemos uma partida de muita luta e garra de nossos atletas. Jogamos grande parte do segundo tempo sem um jogador, com a expulsão do Dudu. Mesmo assim um torcedor vem nos tentar agredir jogando alguma coisa. Isto é muito ruim”, disse o treinador gamense.

FEDERAÇÃO BRASILIENSE NÃO RECEBEU OS LAUDOS DO BEZERRÃO

O próximo jogo do Gama dentro de seus domínios será dia 9 de agosto, às 16 horas, no Bezerrão diante do Duque de Caxias-RJ. O Gama pretende antecipar a partida para o sábado, 20 horas. Tudo isso caso a Secretaria de Esportes e Administração Regional do Gama enviem os laudos de engenharia para a Federação Brasiliense de Futebol até esta terça-feira, dia 28 de julho. Caso isso não ocorra, então a partida deve acontecer mais uma vez no estádio Nacional Mané Garrincha, no Plano Piloto de Brasília. 

Por Sérgio Porto

Fonte: Futebol Interior – 27/07/2015