Série D: Gama segue para México, apresenta uniforme e se preocupa com estádio

O Gama segue viagem para o México neste final de semana onde realizará pelo menos seis amistosos

Gama, DF, 19 (AFI) – O único representante do Distrito Federal em competições nacionais atualmente é a Sociedade Esportiva do Gama. O alviverde candango está na Série D do Campeonato Brasileiro, no grupo A6. O Brasília representará o futebol candango na Copa Sul Americana.

O Gama segue viagem para o México neste final de semana onde realizará pelo menos seis amistosos. Sua base será a cidade de Pachuca, onde treinará nas instalações do Pachuca do México. A delegação gamense deverá ser composta por pelo menos 22 jogadores.

O técnico Gilson Granzotto espera aproveitar da melhor forma esta experiência internacional, repetindo o que aconteceu em 2014, quando o Gama realizou uma excursão para a Europa. O treinador considera que esta segunda viagem poderá ter um aproveitamento melhor, pois já tem uma base de time, ao contrário do que aconteceu em 2014.


O Gama segue viagem para o México neste final de semana onde realizará pelo menos seis amistosos

O jogo inicial está programado diante do Mineros na cidade de Pachuca. Depois enfrentará o Celada, na cidade de Celayos. A seguir, um jogo diante do Coras, na cidade de Tepic. Depois o adversário será o Morélia, na cidade de mesmo nome. Um outro amistoso diante do Universidad Guadalaja. Encerrando a excursão, dia 4 de julho um amistoso diante do Zacatepec, na cidade de mesmo nome.

A diretoria gamense apresentou o terceiro uniforme, todo preto, uma homenagem aos 40 anos do Gama.

GRAMADO DO ESTÁDIO BEZERRÃO PREOCUPA O TREINADOR GAMENSE

Em 2008, quando da entrega do remodelado estádio Bezerrão a seleção brasileira fez um amistoso diante de Portugal. O Brasil venceu por 6 a 2. Na oportunidade, um novo gramado e um estádio totalmente reformado foram entregue à população gamense.

Entretanto, vários anos se passaram e também vários governos em Brasília aconteceram. O atual estado do gramado do Bezerrão é lastimável. Ainda, um campeonato de futebol americano está sendo disputado no estádio. Faltando um pouco mais de três semanas para a estreia na série D do brasileiro, dia 12 de julho frente ao Botafogo/SP, nenhuma ação está sendo tomado pelo Governo do Distrito Federal, dono do estádio, para a recuperação da praça esportiva.

Para o técnico do Gama, Gilson Granzotto, o estádio deveria ter seu gramado preservado para as competições nacionais.

Futebol Interior – 19/06/2015 por Sérgio Porto – Brasília

Fotos do fotógrafo Punk:

Galeria de fotos. Clique aqui!