Técnico e dirigente do Gama devem “cessar fogo” em prol do time

Depois de o técnico da Sociedade Esportiva do Gama, Vitor Hugo, ter acusado o dirigente Vilson de Sá de tumultuar o ambiente interno do clube, a diretoria do Alviverde candango reuniu os dois para que resolvessem suas diferenças. E o momento não poderia ser mais oportuno, já que o Periquito se prepara para a semifinal da Taça JK contra o arquirrival Brasiliense.

Ao que tudo indica, os dois pararão de se alfinetar, pelo menos publicamente, para impedir que intrigas extra-campo prejudiquem o desempenho do time gamense no Campeonato Candango.

Voltando o foco ao futebol, o Gama deve realizar treinos com portões fechados. Vitor Hugo, porém, explicou que a imprensa terá livre acesso após o trabalho do elenco no Bezerrão. “Os repórteres poderão conversar com jogadores e comissão técnica”, garantiu Vitor.

Com Junior Soares suspenso, a tendência é que o jovem Michel entre em campo para formar a dupla de zaga com Da Silva. No meio de campo, Allan Delon não teve seu retorno confirmado pelo treinador. No ataque, Aloísio Chulapa está à disposição.

O jogo entre Brasiliense e Gama acontece neste domingo (3), às 18h30, no estádio Serejão, em Taguatinga, válido pelas semifinais da Taça JK.

Fonte: Clube do Esporte DF

Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios