Verdades e mentiras da política do DF

0

1 – A noticia de que está para ser deflagrada uma nova operação da Polícia Civil do DF, com repercussões na Câmara Legislativa do DF, tem, literalmente, tirado o sono de alguns parlamentares. Fontes da polícia afirmam que a ação já foi adiada mais de uma vez. O motivo é que novos personagens se complicam com suas movimentações todas as vezes que os boatos surgem.

2 – Conforme já havíamos noticiado há algum tempo, as supostas acusações contra o distrital Raad Massouh (ex-DEM, atual PPL) vieram à tona com a Operação Mangona. Só falta agora o pedido de representação contra o parlamentar para que a notícia torne-se 100% verdadeira.

3 – No Buriti, há grande receio de que a tal representação seja protocolada contra Raad Massouh. Alguns distritais da base governista já comunicaram à cúpula do Palácio do Buriti que não há nenhum tipo de intenção dos parlamentares de organizar algum tipo de “operação abafa” para salvar o colega distrital. …

4 – Com os holofotes virados para Raad, que foi eleito no grupo rorizista e depois declarou apoio ao governo de Agnelo Queiroz, cresce na Câmara Legislativa a expectativa de que outros parlamentares com o mesmo perfil, digamos, independente tenham o fim parecido. Aylton Gomes que o diga.

5 – A pesquisa do Instituto O&P Brasil – 800 entrevistas feitas no dia 27 de novembro último – mostra uma terrível encrenca para o governador do DF, Agnelo Queiroz, caso ele esteja pensando em reeleição.  Apesar de ainda faltar dois anos para as eleições, a pesquisa mostra que a população do DF prefere que o PT apresente outro candidato para as eleições de 2014.

6 – Segundo a pesquisa, do total de eleitores pesquisados, 69% preferem que o PT escolha outro nome. Já entre os simpatizantes do PT o percentual chega a 71.3%. Alguns petistas acreditam que com o passar do tempo o jogo deverá mudar e a chapa Agnelo-Tadeu Filippelli deverá ser referendada para a disputa de 2014.

7 – Depois de perder a eleição da OAB-DF, Francisco Caputo, agora pode se dedicar ao que mais gosta: a política.

8 – O presidente do PSD-DF, ex-governador Rogério Rosso, tenta costurar um acordo com os parlamentares distritais do partido para que se chegue a um consenso sobre quem irá integrar a próxima Mesa Diretora da Câmara Legislativa: Washington Mesquita ou Eliana Pedrosa.

9 – O aniversário do secretário de Segurança do DF, Sandro Avelar, que reuniu mais de reuniu 400 pessoas em um badalado restaurante da cidade, foi uma espécie de “esquenta” para a sua candidatura a deputado federal em 2014.

10 – Os advogados e aliados de Joaquim Roriz aconselharam o ex-governador a não jogar a toalha sobre a sua intenção de ser candidato ao Buriti em 2014. Roriz chegou a comentar com lideranças políticas que, caso não conseguisse o respaldo da Justiça, indicaria o nome da filha caçula, a distrital Liliane Roriz, como cabeça de chapa. “Está muito cedo para qualquer definição”, tem dito.

11 – Brasília já tem o seu “Demóstenes”.

12 – A nova Mesa da Câmara que está na boca do governo: Wasny de Roure, presidente; Agaciel Maia, vice-presidente; Washington Mesquita, primeiro secretário; Israel Batista, segundo secretário; e Aylton Gomes, terceiro secretário.

13 – Quem é a Rosemary do GDF?

14 – De tantas derrotas consecutivas, o aliado do ex-governador Arruda e vice-presidente do PSDB-DF, o ex-deputado distrital Raimundo Ribeiro, até que tentou ficar oficialmente em cima do muro nas eleições da OAB-DF. Só que nos bastidores, estava dado como certo o apoio do político ao candidato derrotado, Francisco Caputo. Agora, para todos os efeitos, Ribeiro diz que fez campanha para o opositor da atual gestão e vencedor do pleito, Ibaneis Rocha, desde criancinha. Só que o discurso não tem colado…

14 – Uma pergunta que não quer calar: a Câmara Legislativa tem Corregedor?

15 – Daqui a dois anos teremos eleição em Brasília e os principais favoritos em todas as pesquisas, citados de maneira espontânea estão com problemas jurídicos: os ex-governadores Joaquim Roriz, José Arruda e mesmo a ex-governadora Maria de Lourdes Abadia.

16 – São cada vez mais fortes os boatos de que o chefe da Casa Civil do GDF, Swedenberger do Nascimento Barbosa, o Berger, pode desembarcar na Prefeitura de São Paulo para ajudar o Fernando Haddad. Berger estaria atendendo a um pedido pessoal do ex-presidente Lula.

17 – O PT pode não apoiar Agnelo Queiroz em sua reeleição com medo de perder a eleição. A opção é Geraldo Magela, Arlete Sampaio e outros menos votados, como Cabo Patrício.

18 – Aliás, o PT é craque em não apoiar a reeleição de quem está exercendo mandato no executivo – tem os casos de Olívio Dutra em Porto Alegre e mais, recentemente o caso de Recife.

19 -Primeiro grande sinal de que Reguffe será candidato ao GDF ou ao Senado: se casou, sem alarde, sem comemorações públicas, numa cerimônia simples. Bem ao seu estilo.

20 – E o PSDB? Tá crescendo, crescendo, crescendo tanto que pode até explodir. Já tem o Izalci Lucas, que mira o GDF, o Márcio Machado, o Arruda, ou melhor, o Roberto Ribeiro, que chama todo mundo.

21 – A deputada distrital Celina Leão (PSD), evangélica e rorizista convicta, converteu-se em neo-comunista e vai mesmo para o que sobrou do PPS, do Roberto Freire, do Augusto Carvalho, o ex-secretário de Saúde do Arruda…

Fonte: Estação da Notícia – 05/12/2012

Leia mais …

As verdades e mentiras da política do DF – 15/08/2012

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA