fbpx
25 de julho de 2021

Vergonha nacional

Faz falta ao Brasil uma boa lei que facilite – ou, melhor, torne obrigato?ria – a punic?a?o dos bandidos de terno e gravata. E? como se pode definir os chefo?es da corrupc?a?o no pai?s. Existe um projeto de lei cuidando do assunto.

Foi proposto pelo Poder Executivo em 2010. Infelizmente, ele dorme numa comissa?o especial da Ca?mara dos Deputados ha? mais de um ano. …

Isso se deve, segundo informam deputados da pro?pria comissa?o, a um lobby sustentado por empresas de engenharia e de construc?a?o civil. Na?o sa?o conhecidos os argumentos usados pelos lobistas. Mas a turma da arquibancada, tambe?m conhecida como opinia?o pu?blica, ainda na?o tomou conhecimento do assunto.

Ha? pouco tempo, a arquibancada tomou conhecimento das estripulias do banqueiro de bicho Carlinhos Cachoeira, e isso foi decisivo para a prisa?o de Carlinhos. A lei contra a corrupc?a?o, se ja? estivesse em vigor, aumentaria consideravelmente o nu?mero de companheiros dele na cadeia.

Faz falta um movimento popular que torne isso possi?vel. Seria o lobby da opinia?o pu?blica contra o lobby das empresas. A sua meta seria uma pressa?o sobre o Legislativo para levar adiante a tramitac?a?o da lei contra a corrupc?a?o. Deputados e senadores dificilmente resistiriam a uma forte manifestac?a?o da vontade dos eleitores.

Seria muito difi?cil para os representantes do povo resistirem a uma manifestac?a?o firme da vontade dos cidada?os que lhes concederam a representac?a?o. Principalmente porque a nova lei significaria a obedie?ncia do Brasil ao compromisso assumido pelo seu governo, ha? 12 anos, quando ratificou uma convenc?a?o da Organizac?a?o para a Cooperac?a?o e Desenvolvimento Econo?mico contra o suborno. Ha? pouco tempo, levamos um puxa?o de orelhas da OCDE, acompanhado da ameac?a de uma recomendac?a?o a empresas dos seus pai?ses-membros, no sentido de que suspendessem seus nego?cios com o Brasil.

E? de envergonhar. Sera? preciso que o povo volte a?s ruas, para cobrar dece?ncia de seus representantes?

Por: Luiz Garcia

Fonte: O Globo – 20/11/2012

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial