Notícias

Carnaval da Xique-Xique: Ação Comunitária de combate à dengue no Gama Sul

“O meio ambiente começa no meio da gente”, diria TT Catalão.

Nesta terça-feira de carnaval, 9 de fevereiro, o gramado externo do Cose Gama Sul, foi palco da ação comunitária de combate à dengue, e a comunidade foi chegando e se espalhando pelo gramado. Os parceiros também e, até, quem não se esperava como o Marcola, do Voar Teatro, que estava viajando e interrompeu parte da viagem para chegar e ajudar na festa com o Bloco Brincantes do Gama. O Luiz Felipe Vitelli, poeta, artista plástico e conhecido ambientalista, veio de Planaltina para dar o ar da graça. A orquestra da Igreja Presbiteriana Renovada surgiu como salvadora não apenas da pátria, mas também, como de toda a gente que ali estava. Não só emprestou o som como cantou e encantou a todos em louvor à ação que promove uma festa alegre, modo diferente de combater uma epidemia que assola a cidade. O Valdemir, que está dando conta do cenário em tempo hábil, estava na logística dando o maior apoio. Mas a vedete era mesmo a xique-xique, a planta que seduz a libélula que atrai o mosquito para uma cilada. Plantar para todas as idades independentemente de credo, raça, cor ou padrão social. A amiga Denise Miguel também veio de Planaltina afirmar a nossa máxima de que “Lugar de criança é na Banca de Poetas” e pintar o rosto do pequeno brincante faz parte. Porém, nossa estória só está começando… Vários outros capítulos já estão chegando, mas por agora nossas imagens falam mais alto.

“O meio ambiente começa no meio da gente”, diria TT Catalão. Essa foi a nossa maneira de passar o carnaval trabalhando e plantando uma ideia que já vinha sendo pensada desde quando elaboramos o projeto Festival Banca de Poetas: Ler é chique. Cultivar a cultura da xique-xique faz a diferença. A gestão compartilhada reafirma valores e une o povo à coisa pública.

Eis que fizemos a pré-estreia do Festival Banca de Poetas. Cremos e temos, portanto, fé em nossa Didática da Pedagogia de uma Ideia em Construção. Sem proselitismo político, lideranças e autoridades se misturavam à comunidade enquanto Israel Carvalho ministrava oficina de fabricação de repelente de um composto que afasta o mosquito da dengue. O produto é elaborado à base de álcool, cravo da índia e óleo corporal. Isso está disponível no portal Gama Cidadão. Fizemos a distribuição das mudas de xique-xique fornecidas pelo DPJ, órgão da Novacap, que se revelou como importante parceiro. Tivemos a presença do pessoal da Vigilância Ambiental do Gama que distribuiu panfletos que ensinam e conscientizam sobre a dengue, chikungunya e zica vírus.

Além do apoio irrestrito da Igreja Presbiteriana Renovada, representada pelo Pastor Fabrício à frente da Banca da igreja, tivemos, também o apoio da Administração Regional do Gama – RAII, Núcleo de Vigilância Ambiental do Gama, Diretoria Regional de Atenção Primária à Saúde da Região Sul – DIRAPS, Novacap – Governo de Brasília. E, evidentemente, o apoio da comunidade e dos parceiros da Banca de Poetas formam o Ecossocios: Gama Cidadão, Eco-Família, Eco-Maria, Gama Verde, Marcos Moreno, Movimento Adote uma Cachoeira. E para surpresa de todos tivemos cobertura em nível nacional com a TV Brasil.

Galeria de fotos. Clique aqui!

Mais fotos do evento. Clique aqui!

 

 

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar