Em voo decadente, Jales vai de mansão suspensa, passa por hospital particular e termina em cela comum

Carlos Jales

O ex-administrador de Taguatinga, Carlos Jales, internado no hospital Santa Marta, em Taguatinga, desde a última sexta, 8, recebeu alta na tarde desta terça, 12. Logo após a liberação médica, Jales foi levado ao Departamento de Polícia Especializada.

Considerado foragido pela Polícia Civil do Distrito Federal, o ex-administrador é acusado de participar de um possível esquema de corrupção dentro da administração que comandava. Segundo investigações, as concessões para alvarás de construção eram liberadas mediante cobrança de propina, pagas pelas grandes construtoras que tinham obras na cidade.

Após ser deflagrada a Operação Átrio, que tinha mandado de prisão temporária para deter os administradores de Águas Claras, o advogado Carlos Sidney; e o de Taguatinga, Carlos Jales, na quinta, 7, a polícia tentou, sem sucesso, realizar a prisão de Carlos Jales.

Depois de horas à procura do então administrador de Taguatinga, que morava em um luxuoso apartamento em Águas Claras, a polícia foi informada que Jales teria sido internado em um hospital particular em Taguatinga, queixando-se de dores fortes no peito. Desde então, o ex-administrador permaneceu no hospital sem poder ser levado à carceragem da CPE.

Após a alta desta tarde, por volta das 15hs30, Jales deixou a unidade hospitalar e se dirigiu ao Departamento de Polícia Especializada (DPE), ao lado do Parque da Cidade, onde deverá prestar esclarecimentos sobre o caso e permanecer em cela comum, daquele centro, até cumprir o tempo determinado no mandado de prisão temporária.

O ex-administrador, apesar de internado, encontrava-se sob a escolta da Polícia Civil, que aguardava apenas sua alta para conduzí-lo à DPE.

Fonte: Gazeta de Taguatinga

Tags

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios