Embaixada da Índia celebra os 75 anos de independência do país com mostra de cinema gratuita no teatro do CCBB Brasília

País exaltará sua indústria cinematográfica conhecida como Bollywood, uma das principais do mundo. Ao todo sete filmes serão exibidos, além de uma apresentação musical típica do país. Projeto acontece de 15 a 20 de fevereiro

Em 2022, a Índia comemora 75 anos de independência da Grã-Bretanha, uma data muito importante para os indianos e para sua história. O movimento de independência foi liderado pelo notável ativista Mahatma Gandhi, reconhecido mundialmente pela luta em prol do país. Para comemorar esse marco histórico, a Embaixada da Índia no Brasil celebrará os 75 anos de independência do país com uma mostra de cinema gratuita no teatro do CCBB Brasília.

No evento, que será realizado entre os dias 15 e 20 de fevereiro, serão exibidos sete filmes bollywoodianos, com classificação indicativa livre para todos os públicos. Os filmes são legendados para o português, exceto o filme Bahubali que é dublado. A mostra é uma das ações do projeto Azadi Ka Amrit Mahotsav, promovido pelo Governo Indiano em vários países com parceria das respectivas embaixadas.

Um concerto de música clássica indiana também será apresentado em 18 de fevereiro, com os artistas e estudiosos do gênero André Luiz Oliveira, no sitar, e Edgar Bueno, na tabla. A intervenção artística vai seguir o estilo tradicional das apresentações no país, a partir da execução de uma “Raga”, música clássica indiana em que o musicista tem como objetivo criar uma essência, um sentimento com a canção.

Saiba mais sobre a programação

Abrindo as celebrações de abertura, que começa às 18h, o primeiro filme da mostra a ser exibido, no dia 15 de fevereiro, às 18h30, será “Bahubali – O Início”, que surpreende por ser um longa em telugu, um idioma falado no sul da Índia, e não no comum hindi, idioma mais falado no país. O filme conta a história do rei de Mahishmati, Amarenda Baahubali, que é assassinado pelo rei Bhallaladeva. Anos depois, o filho de Baahubali volta para reconquistar o reino de seu pai.

Já no dia 16 de fevereiro, às 18h30, a exibição será do filme “Encontrei um tesouro chamado amor”, um romance de Bollywood com elementos clássicos, como desencontros e peripécias. O filme conta a história do príncipe Vijay, que sofreu uma tentativa de assassinato dias antes de sua coroação, e seu sósia, Prem Dilwale, que o substitui enquanto o futuro rei se recupera. O sósia então se apaixona pela noiva de Vijay, a princesa Maithili. Com um roteiro que promete envolver os espectadores, o filme tem muito amor e complicações familiares.

Na quinta-feira (17), também às 18h30, o filme “Queen” trará a história de Rani, uma mulher abandonada por seu noivo dois dias antes de seu casamento e que decide fazer uma viagem sozinha para Paris e Amsterdã, conhecendo novas pessoas, vivendo novas experiências e revivendo a mulher em si mesma. Enquanto na sexta-feira (18), uma programação dupla tomará de conta do espaço: às 18h, um show de música clássica indiana, com dois instrumentos típicos, o sitar e a tabla, e às 19h30, o filme “Mary Kom”, estrelado pela famosa atriz Priyanka Chopra. O longa conta a história de uma boxeadora indiana e sua árdua jornada no boxe.

Para o penúltimo dia de programação, 19 de fevereiro, às 16h, o filme “A lancheira de Stanley” narra a história de Stanley, um menino que estuda em uma escola de ensino médio só para homens, em Mumbai. Enquanto seus colegas de classe trazem suas próprias lancheiras de tiffin, Stanley não o faz sob o pretexto de que sua mãe está ausente, e compartilha comida com os outros, o que desagrada o professor de hindi, Babubhai Verma. Com aulas extras impostas a alunos e professores, e os intervalos sendo dobrados, os pais também são obrigados a colocar mais comida nas lancheiras, o que gera uma grande reflexão. Já “A Chantagem”, será exibido, às 18h30. A produção narra a história de um homem que tenta salvar sua família de sofrer as consequências de um crime acidental.

No último dia de Mostra, 20 de fevereiro, serão exibidos dois filmes: “Tanu se casa com Manu”, com a história de um médico que volta à Índia para se casar, às 16h; e “Bahubali – O Início” mais uma vez, às 18h30. Todos os ingressos da mostra serão liberados a partir do dia 12/02, sábado, a partir das 9h no site da Eventim.

Curiosidades sobre o cinema indiano

Com grande riqueza cultural, um dos meios que os indianos encontraram para expor sua realidade, gostos e costumes foi a partir de produções cinematográficas, onde o primeiro filme indiano foi lançado em 1913 e a partir dos anos 1940, década em que o país conquistou a independência, essa arte começou a moldar a cultura moderna da Índia. De grande apreço, a indústria cinematográfica indiana tornou-se célebre por ser naturalmente associada ao explosivo poder de Hollywood, sendo assim conhecida como Bollywood, mescla de Hollywood com Bombaim.

Um grande produto cultural do país, o cinema indiano movimenta bilhões de dólares por ano, e possui uma popularidade em constante crescente no mundo desde o início dos anos 2000, com maior investimento financeiro por parte do governo e facilidade na distribuição dos longas.

Com a famosa Bollywood, indústria homenageada em 2013 no famoso Festival de Cannes, os filmes indianos são marcados pelas músicas, danças e um enredo dramático. Estima-se que a indústria cinematográfica indiana fatura anualmente US$ 4,4 bilhões com as milhares de produções. Em 2017, por exemplo, foram produzidos mais de 2 mil filmes. A Disney hoje é dona da maior produtora de conteúdo audiovisual da Índia, e muitos atores indianos ou de origem indiana atuam em produções premiadas ocidentais, como Dev Patel, Priyanka Chopra, Irrfan Khan e Freida Pinto.

Filme Queen
Filme Queen
Filme Bahubali
Filme Bahubali
Filme Bahubali
Filme A lancheira de Stanley
Filme A lancheira de Stanley
Filme Tanu se casa com Manu
Filme Tanu se casa com Manu
Centro Cultural Banco do Brasil
Centro Cultural Banco do Brasil
Filme A Chantagem
Filme A Chantagem

Confira programação completa:

15 de fevereiro, 18h30
Bahubali – O Início
Diretor: S. S. Rajamoul
Ano: 2015
Duração: 160min

16 de fevereiro, 18h30

Encontrei um tesouro chamado Amor
Diretor: Sooraj R. Barjatya
Ano: 2015
Duração: 163 min.

17 de fevereiro, 18h30
Queen
Diretor: Vikas Bahl
Ano: 2013
Duração: 145 min.

18 de fevereiro, 18h
Show: Concerto de música clássica indiana
Com André Luiz Oliveira (sitar) e Edgard Bueno (tabla)

18 de fevereiro, 19h30
Mary Kom
Diretor: Omung Kumar
Ano: 2014
Duração: 122 min.

19 de fevereiro, 16h
A lancheira de Stanley
Diretor: Amole Gupte
Ano: 2011
Duração: 95 min.

19 de fevereiro, 18h30
A chantagem
Diretor: Jeethu Joseph
Ano: 2013
Duração: 160 min.

20 de fevereiro, 16h
Tanu se casa com Manu
Diretor: Aanand L. Rai
Ano: 2011
Duração: 113 min.
20 de fevereiro, 18h30
Bahubali – O Início
Diretor: S. S. Rajamoul
Ano: 2015
Duração: 160min
Serviço

Mostra : Comemoração dos 75 anos da Independência da Índia – CCBB Brasília

 

Onde: Centro Cultural Banco do Brasil – SCES Trecho 2 Lt. 22 — Brasília/DF
Quando: 15 a 20 de fevereiro de 2022
Ingressos: a partir do dia 12/02 às 09h no site da Eventim
Classificação indicativa livre
Aberto de terça a domingo, das 9h às 21h.
SCES Trecho 2 — Brasília/DF
Tel: (61) 3108-7600
E-mail: [email protected]
Facebook/ccbb﹒brasilia
Twitter/ @ccbb_df
Instagram/ccbbbrasilia
Youtube/ Bancodobrasil
Assessoria de imprensa – Agência Mentha:
[email protected]
Matheus Dantas – (61) 9 802-5867
Juliana Magalhães (61) 9 9956-8590

Tags

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

Artigos relacionados

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios