Destaque (Slide Show)Eleições 2018NotíciasPolítica

Arruda articula com Frejat e Fraga será a bola da vez e Izalci sai ao Senado

Governador, respeita o povo vem aí

E não é que saiu mais uma chapa para o Governo do Distrito Federal. Abençoado por Jofran Frejat (PR), o deputado Alberto Fraga (DEM/DF) vai concorrer ao Palácio do Buriti junto com o deputado Izalci Lucas (PSDB) na disputa ao Senado. Tudo foi costurado pelo ex-governador José Roberto Arruda (PR), com apoio dos deputados do partido. Flávia Arruda (PR) será candidata a deputada federal.

Falta ainda definir o vice. O grupo negocia com o PP, mas o partido está fechado com o presidente do MDB, Tadeu Filippelli, e com o ex-presidente da OAB/DF Ibaneis Rocha, pré-candidato ao Palácio do Buriti.

Foto/Divulgação

Isso não significa que o Izalci tenha aberto mão do projeto de concorrer ao Palácio do Buriti. Andaram fazendo avaliações internas sobre as chances dos candidatos onde aparece, de certa forma, bem na foto. O que o Izalci tem falado no momento é que está fazendo uma flexibilização, pois no momento, quem pontua melhor no grupo é o Fraga. Ele não tem dúvida de que terá o apoio da Executiva Nacional para essa escolha, pois, recentemente, o centrão (PR, PP, DEM, PRB e Solidariedade) resolveu apoiar o nome de Geraldo Alckmin ao Palácio do Planalto. Ele terá palanque no DF. É como o Izalci vem pontuando.

E já começaram as negociações para juntar Fraga e Izalci. O entendimento foi fechado num almoço na terça (31/08) na casa do deputado Agaciel Maia (PR). Lá estiveram presentes todos os deputados do PR. Depois os foram levados por Bessa para uma visita à casa de Frejat. “Frejat está conosco”, disse Bessa.

Faniquito e desespero dos adversários

O lançamento da candidatura de Alberto Fraga (DEM-DF), rumo ao Palácio do Buriti e Izalci Lucas (PSDB-DF), ao Senado Federal, com apoio integral do bom velhinho, Jofran Frejat (PR-DF), provocou um alvoroço no comando das chapas dissidentes do grupo de Izalci. Alírio Neto (PTB-DF), com Eliana Pedrosa (PROS-DF) se debateram, buscando a ajuda do presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro, e ex-presidiário, Roberto Jefferson, na tentativa de pressionar, Geraldo Alckmin, presidente nacional do PSDB, a aniquilar a candidatura de Izalci.

Por outro lado, Rogério Rosso (PSD-DF), apoiado pelo “Doutor”, procurava Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, para forçar Alckmin, a retirar o apoio do PSDB da chapa encabeçada por Fraga, que pode alcançar a cadeira do Buriti. Cristovam Buarque (PPS-DF), mestre e doutor, mas, calouro nas ardilosas articulações se esperneia vendo ruir sua candidatura ao Senado. Será que conseguem mudar o jogo? E que continuem as batalhas!

Apoio dos outros…

A chapa de Fraga e Izalci com o apoio de Frejat, buscam a adesão de outros partidos que hoje compõem as chapas adversárias. A união do Partido Progressista (PR), Democratas (DEM) e Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), abrem as portas para o Partido Progressista (PP) e outros partidos coligados na base do presidenciável, Geraldo Alckmin fortalecendo o palanque em Brasília.

Apesar, de Rogério Rosso fazer parte da base de Alckmin, se aliou ao Podemos de Álvaro Dias, que conta com esse palanque em Brasília. A seleção de Fraga já agrega o (PSC-DF), (PR-DF), (PSDB-DF) e hoje é esperado a adesão do PP, todos na base da candidatura de Geraldo Alckmin.

Izalci Lucas abriu mão de ser o candidato ao Palácio do Buriti para disputar uma cadeira no Senado deixando a outra vaga para o arrependimento de algum dissidente. Alberto Fraga, espera preencher a vaga de vice na chapa com nomes e partidos que possam agregar no apoio a Geraldo Alckmin. Com isso está consolidada a chapa que pode chegar a principal cadeira do Buriti, com base parlamentar capaz de fazer um bom governo.

Será que cola?

Seguindo o discurso do bom velhinho, Jofran Frejat, que dizia quando pré-candidato ao GDF, do interesse em ajudar Brasília, encaixa como uma luva na outra vaga para o Senado, onde poderá com Izalci Lucas atender os anseios da população do Distrito Federal.

O desespero de uns mostram a força de outros

O desespero de Alírio Neto, Eliana Pedrosa, Rogério Rosso e Cristovam Buarque, mostra a força do grupo de Jofran Frejat, Alberto Fraga e Izalci Lucas. Com a alavancada da chapa de Fraga, e recebendo o apoio das outras candidaturas, formaria um grupo imbatível para mudar Brasília. De concreto no momento é a consolidação do grupo, orquestrado por Fraga, Izalci e Jofran Frejat.

Enquanto isso o vai e vem dos vices

Enquanto o MDB sustenta a pré-candidatura própria, membros do PP veem oportunidade do lado de lá. O nome discutido nas reuniões desta terça-feira (31) para vice de Fraga é de Anna Christina Kubitschek (PP), mulher do ex-vice-governador Paulo Octávio (PP). No entanto, a formalização poderia contrariar o presidente regional do partido, deputado federal Rôney Nemer – fiel escudeiro de Filippelli, e dependerá ainda do aval do dirigente nacional, Ciro Nogueira.

Driblando o comando local, a deputada distrital Celina Leão e Paulo Octávio devem conversar com o cacique nesta quarta (01/08). Além da inserção do nome de Anna, a parlamentar espera garantir uma chapa mais forte para concorrer à Câmara dos Deputados.

Já os vices de outros pré-candidatos a governador permanecem um mistério. É o caso do general Paulo Chagas (PRP); do ex-deputado distrital Peniel Pacheco (PDT); e do major do Corpo de Bombeiros Militar do DF Paulo Thiago Barreto, lançado pelo PRTB.

Uma confirmação até o momento foi a que ocorreu na noite de terça (31), quando o PV foi confirmado como vice de Rollemberg. Dizem que o posto será do presidente do partido no DF, Eduardo Brandão.

Aguardemos as cenas do próximo capítulo.

Da redação do Gama Cidadão – 01/08/2018

Tags

Artigos relacionados

Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar
%d blogueiros gostam disto: