fbpx
Notícias

Moradores do Gama se unem para decorar quadras em verde-amarelo para a Copa

Região foi escolhida pela Fifa como cidade-sede do Centro de Treinamento

imgMoradores do Gama se unem para enfeitar ruas em verde e amarelo com bandeiras, pinturas no meio-fio e desenhos temáticos no chão Alessandro Saturno/TV Record

O clima verde-amarelo da Copa do Mundo contagiou casas, prédios, escolas, comércio e a administração  do Gama, no Distrito Federal. A região foi escolhida pela Fifa como cidade-sede do Centro de Treinamento, no Estádio do Bezerrão.

— Estamos lutando contra o tempo para fazer os últimos ajustes para deixar a cidade pronta para receber os visitantes. Ainda estamos pintando os postes e meios-fios de verde e amarelo e corrigindo as obras de acessibilidade próximo ao estádio. Também entramos em contato com as embaixadas para conseguir bandeiras dos países para colocarmos no Bezerrão, informou o administrador da cidade, Adauto de Almeida Rodrigues.  

Rodrigues contou que chegou a reunir líderes comunitários, comerciantes, escolas e comunidade em geral para pedir empenho na recepção dos turistas. De acordo com ele, um telão será instalado perto do Bezerrão a partir do segundo jogo do Brasil para que a população possa torcer pela seleção. 

Vizinhos decoraram toda a rua com fitas verdes e amarelas, além de bandeiras, pinturas no meio-fio e desenhos temáticos no chão. Os organizadores pediram R$ 41 para cada uma das 41 casas da quadra para enfeitar a região.  

— Reunimos a galera da rua e todo mundo ajuda. Uns ajudam com mais, outros doam bandeiras, tintas, e aqueles que se recusam a dar alguma coisa, os outros suprem. Na decoração, colocamos a bandeira do Brasil junto com a do Japão e a da Alemanha, simbolizando a última Copa que ganhamos, destacou Felipe Ferreira da Rocha, 24 anos, organizador do evento.   

Moradores das quadras 6 e 13 do Setor Oeste do Gama também investiram em decoração.   

— Estou achando aqui muito lindo. Vou assistir [aos jogos] em casa porque minha mulher é acamada, senão eu estaria nas ruas para curtir essa energia do povo brasileiro, disse o morador da rua Corsino de Jesus, de 61 anos. 

Galeria de fotos Clique aqui!

R7 DF – 12/6/2014 às 19h50

Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar