Gama ganha novo espaço para atender ao Meio Aberto

Perspectiva é a de que o local melhore as condições de trabalho

A Secretaria da Criança deu mais um passo para adequar as unidades do sistema socioeducativo do Distrito Federal ao Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). Na manhã desta quarta-feira (5), foi inaugurada a nova sede da Unidade de Atendimento em Meio Aberto (Uama) do Gama.


Na casa há espaço para atividades socioeducativas e escritório para os técnico-administrativos

Ela saiu de um espaço de 15 metros quadrados para a antiga residência oficial do administrador, no Setor Sul do Gama Leste. Diferentemente do espaço anterior que a Uama ocupava, a nova casa tem espaço suficiente, com escrivaninhas e computadores, para a atuação dos 11 servidores técnico-administrativos.

Os socioeducandos que cumprem as medidas de Liberdade Assistida e de Prestação de Serviço à Comunidade também ganham com a mudança. O atendimento passa a ser efetuado em espaços apropriados no interior do imóvel e, na área externa, eles terão um campo de futebol e áreas para futuras hortas comunitárias.

A equipe da Uama comemorou a mudança e foi unânime ao afirmar que de agora em diante poderão também atuar com os familiares dos socioeducandos. “Esta unidade vai proporcionar a realização de um trabalho de qualidade. Para nós, a mudança de local significou uma verdadeira valorização do Meio Aberto”, disse a chefe da unidade, Carolina Yoshii Galli.

O administrador do Gama, Márcio Palhares, participou da inauguração e prometeu ocupar todos os espaços públicos ociosos da região administrativa com prédios e outros instrumentos públicos em benefício dos cidadãos. “Em breve vamos ocupar outro espaço como este  para instalação de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS)”.

A representante da Seção de Medidas Socioeducativas da Vara da Infância e da Juventude (Semse/VIJ), Maria Adelaide Ferreira, parabenizou a equipe pela mudança e disse que tem acompanhado a luta dos funcionários da unidade por um espaço melhor de atuação. “Agora eles vão poder desenvolver um bom trabalho,  melhorar a Liberdade Assistida e a Prestação de Serviço à Comunidade e oferecer uma execução de medidas de melhor qualidade”, afirmou.


Equipe da Uama-Gama e da secretaria na inauguração do novo ambiente de trabalho

A subsecretária do Sistema Socioeducativo (Subsis), Ludmila Pacheco, garantiu que o local será usado para o desenvolvimento do trabalho de forma que a Secretaria da Criança vai atuar para interferir e reduzir de forma significativa os índices de criminalidade na região. “Na época que comecei a trabalhar no sistema, o Gama disputava com a Ceilândia em números da violência urbana. Atualmente, esse quadro mudou e o Gama reduziu os índices”. Ela informou que depois de conseguir o novo espaço, a secretária Rejane Pitanga está negociando mais recursos para investir no Meio Aberto.

Fonte: Secretaria da Criança