fbpx
26 de julho de 2021
Laboratório de Robótica é inaugurado em Unidade Socioeducativa de Santa Maria

Sejus inaugura laboratório de robótica em Santa Maria

Unidade de Internação da região administrativa receberá infraestrutura para qualificar jovens e adolescentes do sistema socioeducativo para o mercado de trabalho.

A Unidade do Sistema Socioeducativo de Santa Maria, no Núcleo Rural Alagados, inaugura, nesta quinta-feira (1º/7), às 9h30, um laboratório de robótica com 10 computadores. O espaço terá a promoção de atividades pedagógicas, capacitações em desenhos 3D com softwares livres, manuseio de impressoras 3D e programação para smartphones, além de outros módulos de estudos. Inicialmente, serão duas turmas com 15 adolescentes. As aulas acontecerão às segundas e quintas-feiras.

Os estudantes foram inscritos a partir do interesse na área de tecnologia, idade e tempo de cumprimento da medida socioeducativa. O laboratório está na Unidade de Internação de Santa Maria e faz parte de uma parceria entre a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) e o Instituto Campus Party, implementado também pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), por meio do Programa “Passaporte para o Futuro” e do Programa “Include”.

“É muito gratificante estar aqui e fazer parte desta inauguração, que chegou para levar o conhecimento tecnológico aos jovens”, agradeceu o presidente da Campus Party, Francesco Farruggia, pela parceria.

A titular da Sejus, Marcela Passamani, destaca que o programa oferece mais oportunidade de acesso às tecnologias de informação, comunicação e desenvolvimento de soluções digitais. Para ela, as iniciativas que permitem a quebra de um ciclo de violência são um avanço para a sociedade, pois empoderam as pessoas mais excluídas. “Isso é a prática da aplicação de políticas públicas que tanto trabalhamos para efetivar”, destaca.

“Eu agradeço a oportunidade de inaugurar, junto com tantas pessoas que pensam no bem comum, esse Laboratório de Robótica. Somos pioneiros nesse projeto de responsabilidade social e inclusão tecnológica, que representa mais uma chance aos jovens de reescrever a sua história de vida”, afirmou a secretária, Marcela Passamani, durante discurso.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Gilvan Máximo, pontua que dessa forma a tecnologia alcançará pessoas que dificilmente teriam essas oportunidades. Além dos benefícios de inclusão, o subsecretário do Sistema Socioeducativo, Demontiê Alves Batista Filho, ressalta que o programa preparará os jovens para uma nova chance de ressocialização no mercado de trabalho.

Prevenção

Devido à crise sanitária causada pelo novo coronavírus, não haverá compartilhamento de materiais eletrônicos e didáticos. Além disso, haverá higienização e limpeza dos ambientes, uso de equipamento de proteção pelos profissionais e alunos e aferição da temperatura.

Módulos:

  • Capacitação em desenhos 3D;
  • Manuseio de impressoras 3D;
  • Projetos 3D;
  • Programação para smartphones;
  • Iniciação ao Linux;
  • Conceitos de web design;
  • Introdução a realidade virtual; e
  • Desenvolvimento de técnicas e cultura empreendedora através da robótica.

*Com informações da SEJUS

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

View all posts by Israel Carvalho →
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial