EducaçãoNotíciasPolítica

Escola de Santa Maria recebe computadores comprados com verbas de multas

Recursos vêm de condenações em processos de improbidade administrativa

O Centro de Ensino Especial 1 de Santa Maria inaugurou, nesta quarta-feira, 28 de agosto, um laboratório de informática adaptado. O dinheiro utilizado para a compra de 15 computadores vem de multas de ações de improbidade administrativa ajuizadas pelas Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social (Prodep).

Para o diretor da escola, Leandro Gelain, os computadores viabilizam a inclusão digital dos 350 alunos. Eles têm de 0 a 50 anos e todos têm algum tipo de deficiência. A escola também tem parceria com a Universidade de Brasília (UnB), que já desenvolveu software para adaptar as funcionalidades de mouses para os alunos.

Projeto

“Nós podemos muito mais” é uma iniciativa da Coordenadoria Executiva de Medidas Alternativas (Cema) do MPDFT, que destina recursos às instituições sociais parceiras dos Setores de Acompanhamento de Medidas Alternativas de todo o Distrito Federal. Os valores decorrem de prestações pecuniárias de penas alternativas e de multas civis aplicadas em processos de improbidade administrativa.

Para serem beneficiadas, as escolas apresentam projetos à Cema, que avalia as demandas e acompanha o uso da verba. Após selecionar as iniciativas, o MPDFT solicita à Justiça a destinação do dinheiro e fiscaliza seu uso.

Tags

Artigos relacionados

Fechar