Destaque (Slide Show)NotíciasNotícias do GamaOnde comer bem

Café com História

O novo ponto de encontro no Gama

O Gama é uma cidade realmente surpreendente. Quando menos se espera surge uma novidade. Dessa vez uma novidade vinda do recôncavo da memória. Trata-se do Café com História, uma casa que une bom gosto, gastronomia e memória. Tudo em um clima de descontração. As irmãs Elisabete Oliveira e Elza Oliveira, se uniram em torno da idéia e criaram um espaço Sui Generis, na Quadra 23 do Setor Oeste da cidade. Elisabete sempre uma aficionada por antiguidades. Ao longo de sua vida tudo que encontrou pela frente foi guardando, mas chegou um momento que a casa em que mora ficou insuficiente. Então ela convidou a irmã e juntas montaram um relicário muito charmoso. Elisabete é que cuida da parte social, ela gosta de contar tudo sobre as peças. Aqui cada peça tem uma história – diz do auto de sua mineiridade vinda de Bambuí Minas Gerais trás muita coisa na bagagem, Elisabete vai desenrolando um novelo mostrando uma Roda de fiar, mostrando um Relógio, um armário, um ferro de passar a brasa, do tempo dos antepassados. Tudo digno de uma publicação literária bordada a mão.

No relicário o visitante encontra tudo isso, uma vitrola e seus respectivos long plays para o deleite dos convidados. Tomar um café com bolinhos do tempo da vovó, ouvindo um bolero de Ravel ou um Agnaldo Timóteo só na companhia dessas duas irmãs. Enquanto Elisabete desfia o seus rosário, a Elza permanece calada olhando de soslaio. Ela parece adivinhar o gosto de cada freguês. E quando menos se espera, lá vem ela, com mais uma especiaria da casa, para o deguste do freguês. O problema é parar, pois comer, contar história e coçar é só começa – diz o adagio.

Israel Carvalho, José Garcia e Mario Salluz

Elza Oliveira e Elisabete Oliveira

Mais fotos, clique aqui! 

 

 

Tags

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: