Notícias

Brasil e Índia discutem ações para desenvolver o setor de joias e pedras preciosas

NBN Brasil - 09/11/2018

Representantes das associações e sindicatos de joias, gemas e bijuterias e empresários de todo o Brasil participam, no próximo dia 13 de novembro, do V Seminário de Atualização Tecnológica e o Setor de Joias e Bijuterias, com a missão de estabelecer uma agenda positiva visando ao pleno desenvolvimento do segmento. O evento é promovido pela Associação dos Joalheiros e Relojoeiros do Rio de Janeiro (Ajorio), em parceria com a Firjan, o Sebrae/RJ, Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) e International Colored Gemstone Association (ICA), e será realizado no Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB), de 9h às 18h.

De acordo com a presidente da Ajorio, Carla Pinheiro, em virtude do momento político, esta edição do seminário será realizada em caráter extraordinário. “Este ano, decidimos aproveitar a proximidade com as eleições para debater os principais entraves que dificultam o crescimento do setor e elaborar um documento com propostas de ações que vamos levar aos novos governantes”, explicou.

O Brasil responde por metade do mercado de joias na América Latina, que movimentou US$ 7,5 bilhões em 2017, segundo estudo da consultoria Euromonitor International. Para o IBGM, no entanto, faltam incentivos para a produção de artefatos de joalheria no mercado nacional, e a consequência é que boa parte das exportações brasileiras corresponde à matéria-prima em estado bruto, sem valor agregado.

Para falar sobre as políticas públicas que fomentaram os maiores mercados de joias do mundo – especificamente, Índia e Tailândia -, o Seminário terá a participação do presidente do ICA, Clement Sabbagh, e do embaixador da Índia no Brasil, Ashok Das. “A Índia é hoje o maior produtor e consumidor de joias mundial, e algumas das medidas que contribuíram para o crescimento do país dizem respeito à redução de impostos e ao fomento da indústria de gemas e joias, o que gerou inúmeros empregos e fez aumentar a exportação ao longo dos anos”, informou Sabbagh.

A Índia conta com uma indústria joalheira que corresponde a  7% do PIB. O segmento é o terceiro maior empregador do país, com cerca de 2,5 milhões de empregos diretos. Na década de 70, Índia e Brasil equiparavam-se em termos de exportação, registrando U$S 30 milhões/ ano. Passados quase 50 anos, o país asiático exporta US$ 9 bilhões/ ano, enquanto o Brasil permanece estagnado na mesma cifra. Hoje, o mercado de joias no Brasil corresponde a 0,24% do PIB, e emprega 93 mil pessoas diretamente. “O objetivo do painel internacional é pensar que lições o Brasil pode aprender para fortalecer o setor, com condições, inclusive de movimentar o PIB”, informou a diretora-executiva da Ajorio, Angela Andrade.

Programação

A abertura do Seminário será feita pelo vice-presidente da Firjan, Ricardo Maia, pelo diretor do Sebrae Evandro Peçanha, pelo vice-presidente do IBGM, Manoel Bernardes, e pela presidente da Ajorio, Carla Pinheiro, que fará uma apresentação sobre os principais desafios para o crescimento do setor de joias, gemas e bijuterias.

Renato Meirelles, presidente do Instituto de Pesquisa Locomotiva, vai apresentar a palestra de abertura “E agora, Brasil? O que esperar do novo cenário político e econômico”.

Em seguida, serão realizados painéis sobre os mercados internacionais, adequação tributária e construção de uma agenda desenvolvimentista. Ao fim, será lida a Carta do Rio, documento com as propostas do setor que será assinada pelos empresários e representantes dos sindicatos e associações de todo o País para ser entregue ao novo governo brasileiro.

Pelo quinto ano consecutivo, a Ajorio realiza o Seminário de Atualização Tecnológica com a proposta de levar informações e promover o debate em torno dos principais temas de interesse coletivo das empresas de gemas, joias, bijuterias, relógios e afins do Rio de Janeiro. As inscrições são gratuitas.

Serviço:

V Seminário de Atualização Tecnológica e o Setor de Joias e Bijuterias
Local – Crab (Centro de Referência do Artesanato Brasileiro) – Praça Tiradentes, 69 – 71 – Centro
Horário – 9h às 18h
Inscrições: Gratuitas no site da Ajorio (www.ajorio.com.br)

Tags

Artigos relacionados

Veja Também

Fechar
Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar
%d blogueiros gostam disto: