Notícias

Equoterapia ajuda jovens com deficiência

O Centro de Equoterapia do Regimento de Polícia Montada da Polícia Militar do DF desenvolve um importante trabalho junto a crianças e adolescentes com deficiência. Atualmente, 150 crianças fazem sessões com os animais da corporação reduzindo, assim, suas dificuldades motoras e cognitivas.

Cada paciente permanece por dois anos no centro e precisa ter a recomendação de um médico para iniciar o tratamento. Ele conta, hoje, com 13 profissionais, entre pedagogos, fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos, ortoterapeutas e educadores físicos. As sessões são semanais e duram 30 minutos. Segundo o coordenador do centro, Capitão Rander Pereira, a criança não faz apenas um passeio a cavalo. Ela recebe total assistência técnica por parte dos especialistas.

Para o pequeno Gustavo, de sete anos, portador da Síndrome de Down, o trabalho dos profissionais vem ajudando em seu desenvolvimento. “É um ganho pequeno ao longo do tempo, mas a gente percebe os resultados. Ele é muito bem tratado e a gente aqui, na verdade, é uma família”, declarou a mãe, Soraia Almeida Mendonça. O desenvolvimento também tem sido o grande benefício para Caio Felipe Chamone Pereira, de 11 anos, portador da Síndrome de Asperge. Segundo sua mãe, Glaucia Eliane Chamone, o tratamento vem melhorando a coordenação motora e a concentração do filho.

O Centro de Equoterapia disponibiliza oito cavalos para o trabalho com os jovens e conta com profissionais cedidos pela Secretaria de Educação. Os interessados devem procurar o quartel do Regimento de Polícia Montada, que fica na Granja Modelo, no Riacho Fundo I. Ele funciona de segunda a sexta-feira, no período da manhã.

Fonte: Dia a Dia GDF

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar
%d blogueiros gostam disto: