Destaque (Slide Show)NotíciasNotícias do GamaPolítica

Escola rural no Gama recebe quadra poliesportiva construída com multa por corrupção

Valores vêm de multas civis aplicadas em processos de improbidade administrativa

O Centro de Ensino Ponte Alta de Baixo inaugurou, nesta quarta-feira, 7 de agosto, a quadra poliesportiva e a pista de atletismo construídas com recursos de multa aplicada em condenação em processos de improbidade administrativa. O valor também foi usado para a cobertura da área interna da escola.

A unidade de ensino, inaugurada há 40 anos, recebe 240 alunos da educação infantil ao 9º ano. Os estudantes nunca tiveram espaço adequado para a prática de esportes. Apesar da falta de estrutura, o centro de ensino teve a melhor colocação nos jogos escolares do Gama de 2018.

Para a diretora Munira Nasser, a inauguração da quadra é a realização de um sonho. “Esse é um momento muito desejado e esperado”, afirmou. A estudante Eduarda de Oliveira, do 6º ano, fez questão de agradecer a direção da escola pelo empenho. “Eles são uma inspiração para todos nós”, disse.

Iniciativa

O projeto “Nós podemos muito mais”, da Coordenadoria Executiva de Medidas Alternativas (Cema) do MPDFT, visa destinar recursos às instituições sociais parceiras. Os valores decorrem de penas alternativas e de multas civis aplicadas em processos de improbidade administrativa de ações ajuizadas pelas Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social (Prodep).

Para serem beneficiadas, as escolas apresentam projetos à Cema, que avalia as demandas e acompanha o uso da verba. Após selecionar as iniciativas, o MPDFT solicita à Justiça a destinação do dinheiro e fiscaliza seu uso.

Informou MPDFT – 10/08/2019

Tags

Artigos relacionados

Fechar