Destaque (Slide Show)EducaçãoNotíciasPolítica

1° Simpósio das Escolas Públicas Cívico-militares acontecerá na terça-feira dia 9 de Abril na Câmara dos Deputados

O objetivo principal desse encontro é debater o Artigo nº 16 emitido em Decreto Presidencial, n° 9.465, publicado no dia 2 de Janeiro.

Na manhã de terça-feira, 09 de abril, será realizado na Câmara dos deputados o Primeiro Simpósio das Escolas Públicas Cívico-militares. o objetivo principal desse encontro é debater o Artigo nº 16 emitido em Decreto Presidencial, n° 9.465, publicado no dia 2 de Janeiro. Este decreto trata sobre a questão de escolas cívico-militar em todo o Brasil.

Como parte integrante do corpo de idealizadores deste simpósio está o tenente Davi. ele é um dos idealizadores do projeto que insere o modelo de gestão cívico-militar nas escolas públicas de todo o Brasil. dentre os integrantes da sua equipe está José Gustavo que atua na área de instrução da Escola Cívico Brasileira (ECB).

O evento acontecerá no auditório Nereu Ramos localizado no anexo 2 da Câmara dos deputados na praça dos três poderes. O início está previsto para às 9 horas. a estimativa de público segundo a organização é de aproximadamente 400 pessoas entre parlamentares autoridades governamentais e integrantes da sociedade civil e especialistas da área educacional. O tenente Davi espera casa bem cheia. Para ele o principal objetivo desse encontro é construir uma linguagem única no sentido de demonstrar a importância da atuação cívico militares escolas públicas.

A proposta é alinhar aquilo que está contido no decreto. Apresentar as pessoas algo que é viável e imprescindível para o fomento educacional. Pois pretende-se dá mais segurança tanto para o professor quanto para o estudante. Além de inserir o verdadeiro sentimento de aprender nas unidades de ensino de todo o Brasil. Esta é a explicação do tenente Davi.

Vários palestrantes estarão presentes. Dentre eles Paulo Neves da ECB, a pesquisadora Anitta Angélica da Universidade de Brasília (UnB), Naomi Yamaguchi (que coordenou a transição governamental no ministério da educação – MEC)  e o coronel Francisco Santos que foi o responsável por implantar o colégio militar Fernando Pessoa na cidade de Valparaíso de Goiás. O evento também contará com a participação especial do chefe da missão de Cingapura. Essas participações terão contribuições muito positivas para unificar a imagem 5 militar e promover as unidades públicas de ensino.

Não realização do seu prédio que a gente deve essa alta que o foco principal é contribuir para melhorar a educação brasileira.

Assista à reportagem da TV Globo, sobre a Escola Militar Fernando Pessoa

O colégio militar Fernando Pessoa é um exemplo aqui da região que deu totalmente certo.

O colégio está localizado no bairro Céu Azul da cidade goiana de Valparaíso de Goiás, integrante do entorno do Distrito Federal. Essa escola já foi tida como uma das piores escolas da região. O alto índice de problemas como o uso de drogas indisciplina e até criminalidade. Para se ter uma ideia antes de ser militarizada um aluno foi morto dentro da escola.

Após transferência da gestão do colégio para a Polícia militar do Estado de Goiás a realidade mudou completamente. Organização, disciplina, manutenção do espaço físico, respeito, civismo e aprendizagem são os pilares que fazem que essa escola tenha um dos melhores índices de avaliação no IDEB. A taxa de evasão escolar zerou, alunos problemas não são mais pertencentes ao quadro escolar. Aqueles que não se apegam as normas da escola são expulsos. Nesses locais as expulsões estão ligadas ao método de avaliação diária da disciplina. caso aluno comenta transgressão até chegar ao conceito insuficiente, o conselho disciplinar decide sobre sua expulsão.

Esses modelos de escolas públicas cívicos militares já vem ocorrendo em alguns cantos do Brasil. Como no caso do Estado de Goiás, que possui em torno de 60 escolas militarizadas, e no Estado do Amazonas.

Por Lucas Lieggio
Da redação do Gama Cidadão.

Tags

Artigos relacionados

Veja Também

Fechar
Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar