Destaque (Slide Show)NotíciasPolítica

19 entidades realizam ato contra a reforma da Previdência em Brasília nesta sexta (22)

Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência

Nesta sexta-feira (22), às 17 horas será realizado em Brasília um ato público que integra o Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência. A manifestação será na Praça Zumbi dos Palmares (SDS) e tem organização de 19 entidades e centrais sindicais.

Participam e organizam o ato o Sindicato dos Servidores da Assistência Social e Cultural do GDF (Sindsasc), Sindate, Sindenfermeiros, Sindetran, Sinasafe, Sindecom, Stiu, Sintracoop, SODF, Sintralav, Sindicato dos Bancários do DF, CSP-Conlutas, CGTB, CSB, Sinpro-DF,  Assibge, Sintfub, UNE-DF e o Sindicato dos Metalúrgicos. a manifestação é a primeira atividade pública promovida em Brasília por entidades e centrais sindicais contra a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional.

Entre os principais pontos da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) contestados pela organização do ato público estão os novos parâmetros de idade mínima para aposentadoria, o tempo de contribuição e as alterações que reduzem o valor e a abrangência do Benefício de Prestação Continuada (BPC) concedido a idosos.

O presidente do Sindsasc, Clayton Avelar, endossa o quanto a PEC é danosa para a maioria da população brasileira. “Essa proposta é extremamente prejudicial à classe trabalhadora e aos interesses dos mais pobres e ainda tem o agravante de retirar da Constituição os temas ligados à Previdência, o que é um sinal de que, no futuro, os governos possam retirar ainda mais direitos da população”, diz.

Tags

Artigos relacionados

Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar