A favor de Honestino Guimarães

0

A Coordenação dos Movimentos Sociais do DF (CMS-DF), vinculada à Central Única dos Trabalhadores (CUT), enviou documentos à Câmara Legislativa para que o nome do líder estudantil da UnB Honestino Guimarães seja incluido na disputa para a troca do nome da Ponte Costa e Silva. Nesta semana, os integrantes da causa devem se reunir com parlamentares para persuadi-los. “A posição da CUT é defender o nome de Honestino, pois ele simboliza a democracia dos novos tempos, o rompimento com o período negro e é um contraponto com a Costa e Silva. Caso haja consulta pública, vamos jogar todo o peso no

nome dele”, disse o secretário de Políticas Sociais da CUT e coordenador da CMS-DF, Ismael José César. No segundo semestre deste ano, o mesmo grupo protocolou um documento destinado ao governador Agnelo pedindo o rebatismo com o nome do ex-aluno da UnB. Honestino é símbolo da luta contra o regime militar. O ex-estudante de geologia desapareceu em 10 de outubro de 1973, aos 26 anos Foi sequestrado, torturado e morto pelo regime militar.

Fonte: Correio Braziliense

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA