Advogado diz que jovens recebem R$ 150 para participar de protestos

Segundo Nunes, o dinheiro é de um esquema de políticos que promovem confusões nas manifestações

img

Jonas Tadeu Nunes, advogado de Caio Silva de Souza, preso pela morte do cinegrafista Santiago Andrade, disse em entrevista à Globonews e Folha de São Paulo nesta quarta-feira (12/2) que jovens ganham R$ 150 para participar de manifestações. Ele não citou nomes, mas contou que existem partidos políticos envolvidos.

Segundo Nunes, o dinheiro é de um esquema de políticos que promovem confusões nas manifestações. Caio foi detido na madrugada de hoje, em Feira de Santana (BA). Ele admitiu ter acendido o rojão que acertou a cabeça do cinegrafista.

Caio e Fábio Raposo – que também participou do crime – foram indiciados por homicídio doloso qualificado por uso de artefato explosivo e crime de explosão. Se forem condenados, podem pegar até 35 anos de prisão.

Fonte: Correio Braziliense

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios