Atendimento no Hospital do Gama cresce 30% no fim do ano

Festas de Natal e Réveillon fazem procura pela emergência aumentar

imgAs demandas de serviços nas emergências do Hospital Regional do Gama (HRG), devido às festividades de Natal e Réveillon, aumentam em cerca de 30%, comparada aos outros meses do ano. O motivo são os hábitos da população em relação ao abuso na ingestão de bebidas alcoólicas e alimentos.

Segundo o ortopedista Marco Antônio de Almeida, a associação de álcool e volante aumenta o índice de traumas e mortes. “Além das situações de acidentes com veículos e motos, atendemos os casos de vítimas com ferimentos de arma de fogo e de arma branca”, relatou.

O ortopedista orienta para que as pessoas se divirtam com responsabilidade, ter atenção ao dirigir e evitar conflitos que possam gerar situações violentas e com vítimas.

Uma das unidades mais sobrecarregadas é a do pronto-socorro de clínica médica. O livro de registro de classificação de risco de dezembro do ano passado mostra que as principais doenças de pacientes que procuraram atendimento foram diarréia, cefaléia, vômitos e dor abdominal.

“A falta de cuidado com os hábitos alimentares e os excessos favorecem o aumento na procura pelo atendimento”, disse a coordenadora da classificação de risco, a enfermeira Dionne Hallyson Serqueira.

O Hospital do Gama é uma das unidades de saúde mais procuradas pelos moradores da região metropolitana do DF. De janeiro a outubro deste ano, já registrou nas emergências mais de 229 mil atendimentos.

As especialidades que mais atendem são Traumatologia e Ortopedia, seguida de Clínica Médica, Pediatria e Ginecologia.

Fonte: Agência Brasília

Tags

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios