Destaque (Slide Show)EducaçãoNotícias

Estudantes de escolas públicas e privadas já podem se inscrever na Obmep

Inscrição vai até 15 de março

Realizada desde 2005 pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada com o suporte da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas públicas está com inscrições abertas para sua 15ª edição. A competição também recebe recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

As escolas que desejam participar da Obmep têm até 15 de março para inscrever os alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. A ficha de inscrição está disponível na página da competição. Serão duas etapas: a primeira acontece em 21 de maio e a segunda, em 28 de setembro. O resultado será disponibilizado em 03 de dezembro.

As avaliações são divididas em três níveis, cuja dificuldade está associada à escolaridade: nível 1 (sexto e sétimo anos), nível 2 (oitavo e nono anos) e nível 3 (qualquer ano do ensino médio). Apesar do nome, a competição permite que escolas privadas também inscrevam os respectivos alunos.

Alunos na Olimpíada

No ano passado, aproximadamente 99,4% das cidades do país participaram por meio de 18,2 milhão de estudantes. Em 2018, o Colégio Americano tinha oito inscritos em cada nível. “A Obmep traz mais visibilidade e prestígio à disciplina, o que incentiva os estudantes”, avalia a pedagoga Andressa Dias Nunes Magalhães.

A instituição de ensino participou pela segunda vez consecutiva. Para preparar bem os competidores e estimular o aprendizado dos demais estudantes, existem iniciativas como a Olimpíada Interna do Colégio Americano (OINCA), idealizada tanto para intensificar o preparo dos alunos, como para desmistificar que a Matemática e muito difícil e entediante.

Com questões aplicadas no formado do torneio nacional, a OINCA prepara os alunos, que também passam a ter acompanhamento de parte da equipe docente. “Está sendo oferecido apoio dos professores de Matemática, com momentos de estudos direcionados. Há também suporte da equipe pedagógica e administrativa, com a utilização de estratégias de premiação para os alunos destaques”, comenta Andressa.

Premiações

Os vencedores das escolas públicas e privadas são premiados separadamente e, nesta edição, serão conhecidos em 03 de dezembro. Quem receber medalhas garantem o ingresso em programas de iniciação científica. Segundo a organização, serão 6,5 mil medalhas – 500 de ouro, 1,5 mil de prata e 4,5 mil de bronze. Além disso, serão até 46,2 mil Menções Honrosas. Nas escolas particulares, serão receberão 975 medalhas (75 ouros, 225 pratas e 675 bronzes) e até 5.700 certificados de Menção Honrosa.

Agência Educa Mais Brasil

Tags

Artigos relacionados

Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar