fbpx
24 de junho de 2021

Festival Banca de Poetas/FAC vem superando todas as expectativas na Estrutural

Na manhã desta quinta-feira, fomos recebidos pela Administração Regional da Estrutural com muito carinho e apreço. A comunidade foi chegando timidamente; os livros dentro de baús chamavam atenção e logo a timidez foi indo embora com as brincadeiras do palhaço e, a cada apresentação, mais crianças e jovens foram tomando assento nos bancos da praça e no picadeiro da Banca de Poetas.

Transformação social

Lugar de criança é na Banca de Poetas, essa máxima do teatro literário da Banca de Poetas foi levada ao pé da letra por professores de quatro turmas do Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (COSE) da Estrutural. As crianças soltavam suas fantasias no papel que eram pendurados no varal literário.

A primeira impressão é a que fica: “Senhora Ana Paula, moradora há pouco tempo na cidade, chegou acompanhada de uma criança Jessica, e no meio de tantos livros escolheu o Menino Maluquinho. Sentada no banquinho da praça começou a ler o livro e se emocionou com o fim, recordando da sua infância.

“Nós precisamos muito fazer isso! Eu compro livros para meu neto Miguel, minha irmã e o irmão também compram e é ele quem escolhe os livros”. Disse Eurípedes, moradora há 17 anos na Estrutural.

 

Alana Leite, estudante de Letras, na UnB, buscava livros para ajudar nos estudos e, segundo ela, achou muito interessante a “feira” cultural propiciada pela Banca de Poetas.

“É muito interessante eventos como esse, pois trazem uma perspectiva diferente à esta cidade que, a meu ver, é pobre de leitura”, comenta Alana.


Aristóteles Ferreira, poeta local, declama poesias para os moradores e crianças do Cose. Ele também esta escrevendo um livro, um conto punk-gótico. 


Programação

Além do contato com o acervo, manuseio de livro, oficina de efabulações com os atores Tamires Silva e Thiago Bellargo, e o apoio sistemático de Gilmar Batista, a comunidade também contou com a participação de Chico Nogueira, da Cia Mambembricante cantando canções de domínio público e músicas de sua autoria. O arpejo da viola caipira despertou a atenção de transeuntes que logo paravam para o momento de descontração e percebiam o teor da atividade literária. A trupe Pilombetagem arrancou risos das crianças com o palhaço Peteleco num momento de grande descontração de cultura popular. A grande surpresa ficou por conta do surpreendente número de troca de livros literários no picadeiro da Banca de Poetas que realmente realizou o Festival Cultural patrocinado pelo FAC.

A próxima cidade a receber o Festival Banca de Poetas/FAC é Ceilândia, no dia 5 de julho, na QNM 13, Módulo B, Centro Cultural de Ceilândia (ao lado da Biblioteca Pública), das 8h às 20h. Compareça! Traga livros literários para trocar! Este é o melhor dos escambos.

Da Redação do portal Gama Cidadão – 30/06/2016 – 22:04

Galeria de fotos da Estrutural. Clique aqui! 

 

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

View all posts by Israel Carvalho →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial