Iges receberá R$ 1 milhão para equipar Hospital de Base

Deputada Arlete Sampaio destina emenda para Iges investir em aparelho que faz exames de imagens de diversas doenças 

O Hospital de Base (HB) deve receber emenda parlamentar no valor de R$ 1 milhão para investir na aquisição de uma gama-câmara, equipamento que faz exame de imagem de alta complexidade para diagnóstico e acompanhamento de diversas doenças.

A emenda é da deputada distrital Arlete Sampaio (PT), presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura da Câmara Legislativa, que nesta segunda-feira (19), em reunião com o presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (Iges-DF), Gilberto Occhi, comunicou a destinação dos recursos.

Ao agradecer à deputada pela emenda e pelo empenho em melhorar os serviços prestados pelo HB, que é administrado pelo Iges-DF, Occhi ressaltou que com esse e outros recursos será possível modernizar e estruturar o parque tecnológico do Serviço de Medicina Nuclear do Hospital de Base.

“Com esse equipamento, poderemos aumentar a qualidade do atendimento a pacientes que precisam de acompanhamento, especialmente daqueles que fazem tratamento de câncer”, ressaltou o presidente.

 Equipamento especial 

O HB já possuiu uma gama-câmara que deixou de funcionar há alguns anos. Faltaram recursos para comprar um equipamento novo, que custa caro: cerca de R$ 3,8 milhões, segundo o chefe do Núcleo de Medicina Nuclear (Numen), Rodrigo Guimarães. Em razão do elevado custo, atualmente no DF somente o Hospital Universitário de Brasília (HUB), que é federal, dispõe desse equipamento.

A gama-câmara é o aparelho que faz exames de cintilografia, método de diagnóstico por imagem amplamente utilizado na detecção e acompanhamento de diversas doenças, inclusive câncer. “Como o Hospital de Base é credenciado no Ministério da Saúde como Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon), a unidade precisa desse equipamento para manter o credenciamento”, esclareceu Guimarães.

Instalação do PET-CT 

O Núcleo Medicina Nuclear (Numen) é responsável por elaborar diagnósticos de doenças diversas e também realiza tratamento por meio de radiação (radioisótopos) para pacientes com doenças na tireoide e tumores malignos e benignos. Para melhorara esses serviços, o Hospital de Base precisa de aparelhos especiais, como a gama-câmara e o PET-CT.

O hospital já conta com o PET-CT, que é considerado um dos equipamentos mais modernos para diagnosticar e acompanhar doenças com precisão. O aparelho foi adquirido por US$ 1 milhões em 2013 e passou oito anos guardado porque o HB não dispunha de um espaço adequado para instalá-lo.

Com a construção de uma sala apropriada, o equipamento foi instalado e agora está em fase de calibração, que é a última etapa para que possa entrar em operação. Antes, porém, a direção do Hospital de Base terá que encaminhar relatório à Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cenen), solicitando autorização para que o equipamento passe a funcionar.

Deputada Arlete Sampaio destina emenda para Iges investir em aparelho que faz exames de imagens de diversas doenças

Texto: Ailane Silva/Iges-DF 

Foto: Davidyson Damasceno/Iges-DF 

*Com informações do Iges-DF